Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Colares: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer

A dica de lazer para o final de semana paraense é Colares; saiba os detalhes de como ir

Paula Figueiredo

O segundo final de semana de julho já chegou e a dica de lazer do Oliberal.com é Colares, no nordeste do Pará. A cidade é conhecida pelos misteriosos ataques de objetos voadores não identificados durante a década de 70 e se tornou um destino certeiro e muito requisitado pelos turistas que não querem ir muito longe para desfrutar de praias e igarapés nas férias. Por isso, veja como ir, onde ficar e o que fazer no município

VEJA MAIS

Parauapebas: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Parauapebas; saiba os detalhes de como ir

Ourém: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Ourém; saiba os detalhes de como ir

Mocajuba: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Mocajuba; saiba os detalhes de como ir

Como ir para Colares?

Quem deseja conhecer Colares pode optar por veículo particular, vans ou ônibus. O município fica a um pouco mais de 100 km da capital paraense, em um percurso que dura cerca de duas horas e meia.

Quanto custa a passagem para Colares?

A passagem de ônibus, saindo do Terminal Rodoviário de Belém, custa R$ 29. Já as vans podem ser encontradas em valores variados ao redor do bairro de São Brás.

O que aconteceu em Colares na década de 70?

Alguns moradores de Colares alegaram serem perseguidos por extraterrestres, conhecidos como "chupa-chupa", durante a década de 70, onde corpos luminosos sobrevoavam o céu e atacavam os locais. Devido ao alto número de relatos, uma intervenção militar, batizada de Operação Prato, foi feita na região para investigar os objetos voadores não identificados. Saiba mais abaixo: 

O que fazer em Colares?

Praias paradisíacas e igarapés

A praia Machadinho é um dos principais atrativos de Colares. (Foto: Reprodução / Facebook)

Nem só de ET's é feito o turismo em Colares. O município, banhado pela baía do Marajó, possui praias paradisíacas e igarapés de água geladinha para os veranistas que gostam de curtir uma tarde de muito banho. As mais conhecidas são a Praia do Humaitá e Machadinho, que segundo os relatos, teria uma "energia diferente" pois lá foram vistos os tais "corpos luminosos". Entre os igarapés, vale conhecer o Sonrisal, famoso por curar a ressaca, o do Tubinho  e Curuperé

Balneário de água cristalina

Piscina natural do Balneário Rayane. (Foto: Pará Trip)

Outro paraíso à parte é o Balneário Rayane, também chamado de Mangueira ou Mangueirinho. O lago verde tem uma piscina natural que é um atrativo para o turista que deseja aproveitar as férias ou um simples final de semana diferenciado. O local fica a 5 km do centro de Colares, dispõe de restaurante próprio e até mesmo serviço de hospedagem para aqueles que querem se acomodar em meio a natureza. 

Cerâmicas de ET's e regionais

Escultura de ET’s do artesão Eden Corrêa. (Foto: Instagram @correaeden)

Se tem uma coisa que em Colares não falta são suas esculturas de ET's e regionais. O artista Eden Corrêa é um dos responsáveis por embelezar a cidade com estátuas de extraterrestres de diversos tipos, tartarugas e botos. O ateliê UFO's Art's também é outro lugar conhecido pelo seu artesanato. As cerâmicas e esculturas vão de traços regionais a simbólicas, como as de chupa-chupa e até mesmo astros do rock. 

Passeio pela orla

 (Foto: Instagram @culturacolarense)

Passear pela orla de Colares durante a tarde pode render cliques charmosos para os amantes de fotografia. Além disso, vale conhecer o centro, passar por lugares como a Livraria de Colares e a Ponta do Bacuri.

Vivência na Morada do Caboclo

(Foto: Instagram @morada.do.caboclo)

Para os turistas que gostam de se conectar e ter uma vivência completa com medicinas sagradas da floresta, a Morada do Caboclo é um lugar ideal para ter a experiência. Regularmente, o espaço em meio a floresta de Colares organiza um encontro com banho de plantas medicinais, pintura com urucum, oficinas de cantos, contação de histórias, roda feminina e a cerimônia tradicional Huni Kuin (Com Ayahuasca, Rapé, Sananga). 

Onde ficar em Colares?

Pousada Mirante do Sol

Hotel Mirante do Sol é uma opção para quem não quer ficar longe da praia. (Foto: Site Mirante do Sol)

A Pousada Mirante do Sol é o lugar ideal para hóspedes que querem ficar em uma hospedagem na frente da praia. O local oferece conforto, hospitalidade e área de lazer aos seus clientes. 

Pousada Guarujá

Com acomodações mais simples, a Pousada Guarujá ofece muita hospitalidade. (Foto: Inventário Turístico)

Localizada próximo ao igarapé Sonrisal, a Pousada Guarujá possui uma estrutura simples, mas que promete uma excelente estadia aos turistas. 

Fazenda Curió

A Pousada Curió dispõe de vários atrativos e passeios para os hóspedes. (Foto: Instagram @fazendacurio)

Ideal para acomodar toda a família, a Fazenda Curió oferece várias opções de lazer, piscina, vista privilegiada e o mais belo pôr do sol.

Onde comer em Colares?

O Dengo da Ilha é um dos restaurantes mais conhecidos da região. (Foto: Instagram @dengo_da_ilha)

Dengo da Ilha: Comida caseira com especialidade em peixes regionais.
Bar e Restaurante Rio Novo: Refeições variadas.
Brisa Da Noite Colares: Pizza e salgados.
Churrasco Sabor da Ilha: Churrasco.

Veja outros lugares para conhecer no Pará

Ilha do Marajó-Soure: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Soure, na Ilha do Marajó; saiba os detalhes de como ir

Barcarena: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Barcarena; saiba os detalhes de como ir

Serra das Andorinhas no Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana é Serra das Andorinhas, no Pará; saiba os detalhes de como ir

Alter do Chão: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é o 'caribe brasileiro'; saiba os detalhes de como ir

Outeiro: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Outeiro; saiba os detalhes de como ir

Ilha das Onças Barcarena-Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana é a Ilha das Onças; que fica a pouco mais de uma hora e meia de Belém

Bragança no Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer na cidade
A dica de lazer para o final de semana paraense é Bragança; saiba os detalhes de como ir

Mosqueiro: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Mosqueiro; saiba os detalhes de como ir

Salinas: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Salinópolis; saiba os detalhes de como ir

Algodoal: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Algodoal; saiba os detalhes de como ir

Ilha de Cotijuba: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Cotijuba; saiba os detalhes de como ir

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ