Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ilha do Marajó-Soure: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer

A dica de lazer para o final de semana paraense é Soure, na Ilha do Marajó; saiba os detalhes de como ir

Paula Figueiredo

Rico em beleza natural e patrimonial, o município de Soure tem sido uma alternativa certeira para turistas que escolhem o Pará como destino para curtir a folga do trabalho, um feriado prolongado ou as férias de julho em família. A região fica localizada em uma área de proteção ambiental do arquipélago do Marajó, a Ilha do Marajó, dita como a maior ilha fluviomarítima do mundo. Pensando nas belezas e passeios turísticos do local, a dica de lazer para o final de semana paraense do Oliberal.com é a Perola do Marajó. Saiba detalhes de como ir, o que fazer, quanto custa e onde ficar.

VEJA MAIS

Onde ir no Dia dos Namorados? Confira 10 hotéis e pousadas perto de Belém
Confira 10 hotéis e pousadas para aproveitar esse dia especial a dois de maneira divertida e inovadora

Castanhal: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Castanhal; saiba os detalhes de como ir

Como ir para Soure, na Ilha do Marajó?

Para desfrutar das belezas de Soure, na Ilha do Marajó, o visitante pode escolher três opções de transporte, todas via fluvial: lancha rápida, navio e balsa. As lanchas e navios partem do Terminal Hidroviário de Belém. Já as balsas, opção para quem vai se deslocar com veículo, tem saída do porto de Icoaraci. O tempo de trajeto depende do meio escolhido, podendo variar entre 2h a 3h. 

Quanto custa a passagem para Soure, na Ilha do Marajó?

De acordo com a empresa Master Motors, que faz o trajeto da lancha rápida para o Marajó, a passagem está custando R$ 56,10. Já a tarifa da balsa varia conforme o veículo transportado, saiba os valores aqui. 

O que fazer em Soure, na Ilha do Marajó?

Desfrutar das praias paradisíacas

A convidativa Praia do Pesqueiro, uma das mais famosas de Soure. (Foto: Site Minube)

As praias paradisíacas de Soure são ótimos atrativos para o turista que optou por se desligar da capital e relaxar ouvindo o barulho das ondas. A longa faixa de areia branca da Praia do Pesqueiro é um cenário convidativo para curtir a manhã e início da tarde se refrescando nas águas. Também vale conhecer a Praia Barra Velha, a Praia do Céu e a Praia Cajuúna.

Saborear o tradicional queijo de búfala 

Experiência gastronômica de queijos na Fazenda Mironga. (Foto: Instagram @paulok1 / @queijodomarajomironga)

Uma visita na Fazenda Mironga também pode ser uma ótima pedida para quem deseja experimentar o tradicional queijo de búfala. O turista pode aproveitar a fauna local e degustar queijos temperados, manteiga de búfala e fazer cavalgadas. 

Nadar com os búfalos na Fazenda São Jerônimo

Passeio com mergulho de búfalo oferecido pela Fazenda São Jerônimo. (Foto: Instagram @fazenda_saojeronimo)

Para aqueles que estão com pouco tempo para conhecer Soure, a Fazenda São Jerônimo é uma ótima alternativa de passeio diferenciado e certeiro. O lugar oferece uma experiência turística que inicia com uma caminhada pela mata, passa pela montaria em búfalos (caso queira) e uma trilha em ponte de madeira e bambu. O destino é a Praia do Goiabal, que foi palco das gravações do programa No Limite, da Rede Globo. A volta é realizada em canoas e ainda existe a opção de  atravessar o rio em cima dos búfalos

Provar a famosa sopa de turu

Famoso caldo/sopa de turu. (Foto: Instagram @solardobola)

Ir no Marajó e não provar o famoso caldo de turu pode ser considerado um verdadeiro crime pelos locais. Existem alternativas de passeios que levam o turista pela trilha do turu para explicar a existência do molusco pelo tronco da árvore Mangue Jacaré. Lá, o visitante é convidado a provar o animal natural, assim que lavado após ser retirado do tronco, ou em forma de caldo

Apreciar o artesanato regional

Escultura do Ateliê Arte Mangue Marajó. (Foto: Instagram @atelieartemanguemarajo)

O Ateliê Arte Mangue Marajó, do ceramista e escultor marajoara Ronaldo Guedes, um dos mais conceituados do estado, é um local para o turista apreciar e adquirir a cerâmica marajoara e esculturas de madeira. O empreendimento ainda oferece oficina para os visitantes que desejam vivenciar a experiência de confeccionar suas próprias cerâmicas.

Onde se hospedar em Soure, na Ilha do Marajó?

Pousada Ilha Bela

Pousada Ilha Bela, às margens do rio Paracauari. (Foto: Instagram @pousadailhabelasoure)

A Pousada Ilha Bela fica localizada na orla de Soure, bem de frente para o rio Paracauari. O local dispõe de hospedagens modestas, porém, cheias de conforto, e ainda tem como diferencial o mascote Alemão, um búfalo fã de sorvete

Hotel Marajó

Entrada do luxuoso Hotel Marajó. (Foto: Site Hotel Marajó)

O Hotel Marajó é uma opção para o turista que vai visitar a ilha ao lado da família. O estabelecimento oferece uma ampla área de lazer, restaurante próprio e fica a 4 km da praia Barra Velha.

Paracauary Eco Pousada

Complexo de lazer da Paracauary Eco Pousada. (Foto: Flickr Paracauary)

A Paracauary Eco Pousada é outra alternativa à beira rio. A hospedagem fica localizada na região de acesso à Reserva Extrativista Marinha de Soure, distante poucos quilômetros do centro da cidade. 

Pousada O Canto do Francês

Área de refeições da charmosa pousada O Canto do Francês. (Foto: Site O Canto do Francês)

Outra charmosa pousada situada perto da Praia Barra Velha é o Canto do Francês. As acomodações ficam em uma região tranquila, a poucos quilômetros da agitação do centro, uma ótima pedida para relaxar em meio a natureza. 

Onde comer em  Soure, na Ilha do Marajó?

Solar do Bola: Especializado em sopa de turu e pizza.

Restaurante Pai D'Egua de Soure: Opção de restaurante na beira da praia.

Bar e Restaurante Patú-Anú: Comida brasileira.

Restaurante Delícias da Nalva: O melhor filé de búfalo.

Sorveteria Celilda:  Sorvete regional.

Veja outros lugares para conhecer no Pará

Outeiro: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Outeiro; saiba os detalhes de como ir

Ilha das Onças Barcarena-Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana é a Ilha das Onças; que fica a pouco mais de uma hora e meia de Belém

Bragança no Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer na cidade
A dica de lazer para o final de semana paraense é Bragança; saiba os detalhes de como ir

Mosqueiro: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Mosqueiro; saiba os detalhes de como ir

Salinas: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Salinópolis; saiba os detalhes de como ir

Algodoal: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Algodoal; saiba os detalhes de como ir

Ilha de Cotijuba: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Cotijuba; saiba os detalhes de como ir

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ