Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Veranistas paraenses não abrem mão de praia e sol em julho

Independente de longas distâncias e preços mais caros, terminais da capital seguem lotados

O Liberal

O Terminal Hidroviário de Belém estava bastante movimentado na manhã desta quarta-feira (7), entre chegadas, partidas e filas para quem ainda buscava passagens para aproveitar o verão.

VEJA MAIS

O que fazer nas férias de julho em 2022? Veja dicas de onde ir, o que comer e o que fazer
Confira cinco lugares imperdíveis para visitar durante as férias de julho de 2022

Onde ir nas férias de julho em 2022? Veja o melhor lugar para viajar em julho
O O Liberal separou um ranking de cinco destinos - ricos em cultura e belezas naturais - para entrar na rota de viagem de julho com a família. Veja o melhor lugar

A designer de sobrancelhas Emily Gonçalves estava recém chegada de Salvaterra e carregava seis malas. Ela vai para Salinópolis, no nordeste paraense, no dia 10, e volta só no dia 24. Ela vai de transporte rodoviário e acredita que os preços estão juntos.

"Acho que os preços estão bons para esse mês de julho. É muita movimentação e muita gente então tem que aumentar um pouco o preço da passagem mesmo. De vez em quando minha família vai para lá e gosto de estar com eles", afirma ela, que pagou R$ 64 no bilhete de ida e vai deixar para comprar o de volta só no fim do mês.

Ela conta que se planejou para a viagem com bastante antecedência, pois escutou comentários de amigos de que tudo está mais caro em Salinópolis, especialmente a alimentação. 

Parauapebas: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Parauapebas; saiba os detalhes de como ir

Ourém: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Ourém; saiba os detalhes de como ir

Mocajuba: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Mocajuba; saiba os detalhes de como ir

Julie Reis é estudante e estava indo visitar a família em Soure, pois segundo ela a capital paraense fica vazia em julho. "É muito lindo lá, tem praia. Vai ter um festival do dia 9 até o dia 30 e aí dá para ficar com a família e os amigos. Os preços são mais caros quando sai de Camará, mas saindo de Soure é mais barato. Paguei R$ 60 na ida da lancha, fora a van que vou ter que pegar até Soure, pois Camará fica em Salvaterra", diz. 

Leandro Fontes fez um bate e volta para o distrito de Mosqueiro no último domingo e conta que gostou dos preços da barraca onde ficou. Segundo ele, por R$ 90 deu para comer um peixe frito de "ótima qualidade" com a noiva. O problema mesmo foi a gasolina: "mas não tem o que fazer. Acho que essa diminuição aí do preço da gasolina que estão prometendo deve dar uma ajudada. Se sair rápido vai movimentar bastante o verão lá para Mosqueiro", prevê. 

Evelyn veio de Parauapebas para curtir os igarapés de Barcarena (Márcio Nagano/O Liberal)

Ilha do Marajó-Soure: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Soure, na Ilha do Marajó; saiba os detalhes de como ir

Castanhal: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Castanhal; saiba os detalhes de como ir

Barcarena: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Barcarena; saiba os detalhes de como ir

Evelyn Ferreira veio de Parauapebas para curtir alguns dias em Barcarena com a mãe e a irmã e já planeja repetir a dose nos próximos finais de semana de julho. Ela é técnica de segurança e já estava voltando ao trabalho em Parauapebas, cidade que também fica vazia segundo ela nesta época.

"Sempre tem a expectativa de festa. Fomos para o clube duas vezes e para o igarapé em Barcarena. E é muito quente. Lá em Parauapebas não sou muito de sair e não tem praia, que é o chato", afirma a técnica em segurança. Ela pagou R$ 185 na passagem de volta, o que considerou justo. "Quando vim de lá para, cá paguei R$ 207 e a viagem não foi tão agradável", diz ela, enquanto se preparava para o embarque em um ônibus no Terminal Rodoviário de Belém

Serra das Andorinhas no Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana é Serra das Andorinhas, no Pará; saiba os detalhes de como ir

Outeiro: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Outeiro; saiba os detalhes de como ir

Ilha das Onças Barcarena-Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana é a Ilha das Onças; que fica a pouco mais de uma hora e meia de Belém

Já o fisioterapeuta Carlos Mafra foi de carro até Bragança no último final de semana e está pensando em ir até Salinópolis ou Marudá no próximo. "Lá em Bragança estava movimentado e a gente saiu para comer em restaurante todos os dias. Acho que vale a pena e, sinceramente, não achei que os preços estavam salgados", afirma. 

Segundo ele, não é viável ir de ônibus para as cidades do interior mais próximas de Belém, já que a oferta de transporte público ou por aplicativo é muito pequena. "Você gasta mais com a gasolina mas sabe que não vai passar sufoco, que vai ter como ir e voltar dos lugares. Estou querendo ir para Salinas e imagina estar lá sem carro. Infelizmente, não dá. Sem contar os gastos com comida e bebida. Se já está caro aqui, imagina lá. Não dá para ficar andando de táxi", conta. 

Bragança no Pará: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer na cidade
A dica de lazer para o final de semana paraense é Bragança; saiba os detalhes de como ir

Mosqueiro: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Mosqueiro; saiba os detalhes de como ir

Salinas: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é Salinópolis; saiba os detalhes de como ir

Algodoal: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Algodoal; saiba os detalhes de como ir

Ilha de Cotijuba: veja como ir, quanto custa, onde ficar e o que fazer
A dica de lazer para o final de semana paraense é a Ilha de Cotijuba; saiba os detalhes de como ir

Ilha do Combu: veja como ir, quanto custa, onde fica e o que fazer
Esse ponto turístico encantador possui vários restaurantes e espaços de lazer para o público se divertir

Palavras-chave

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA