EU REPÓRTER

Clique aqui e mande sua história ou denúncia e ela poderá ser transformada em notícia. Aqui é Jornalismo Colaborativo!

Funcionários reclamam de alta demanda e falta de segurança em hospital

Segundo denúncias, apenas dois médicos atuam pela manhã e três no período da tarde

O Liberal

Profissionais da área da saúde que trabalham no Hospital Regional Abelardo Santos, gerenciado pela Mais Saúde, em Icoaraci, denunciam o excesso de trabalho e a falta de segurança na unidade hospitalar. De acordo com denúncias anônimas recebidas pela equipe do Eu Repórter, apenas dois médicos trabalham no turno da manhã e três, à tarde. Com isso, pacientes precisam esperar cerca de 3h para receber atendimento.

“Falta mais mão de obra. Dois médicos para atender muita gente. De tarde, ficam três. A demanda da pediatria aumentou bastante nos últimos tempos, longas horas de espera, em média três horas. Pela manhã, são dois médicos apenas. À tarde são três, porém tem que dar conta dos pacientes que estão internados aguardando leito para subir para as enfermarias e as demandas de urgência e emergência que são recebidas de todo o Estado”, relatou a denunciante, que não será identificada nesta matéria.

VEJA MAIS

image Reforma de escola em Mosqueiro foi abandonada, diz denúncia
Em 2020 houve o início das reformas do local, mas em setembro do mesmo ano elas pararam. Maioria das salas está desativada

image Escola estadual em Belém enfrenta problemas estruturais, afirmam denúncias
Direção da escola nega risco de desabamento, mas confirma outras questões estruturais

image Feirantes de Ananindeua reclamam de atraso em auxílio financeiro; prefeitura nega
O auxílio é direcionado para revitalização de boxes da Feira do Francisquinho

Segundo a denúncia recebida, o problema reflete na falta de segurança do local, bem como na exposição dos profissionais aos riscos de agressão, por exemplo. “Isso tem feito com que pacientes e familiares se irritem e acabem agredindo os funcionários, verbal ou até fisicamente, conforme registros recentes. Esse final de semana ocorreu com a mãe de uma criança que esperava atendimento. Impaciente com a espera do preparo da medicação, se irritou com a equipe de enfermagem. Deu um tapa em uma técnica e jogou um grampeador no rosto da enfermeira do posto”, relatou. O caso teria acontecido no último sábado (24).

A equipe do Eu Repórter procurou a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), já que o Hospital Abelardo Santos é uma unidade estadual. Em nota, a “Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Direção do Hospital Regional Dr. Abelardo Santos (HRAS), informa que a equipe de médicos do Pronto-Socorro Pediátrico e dos demais serviços da unidade atendem às legislações e recomendações dos conselhos de classe, e ainda, que os atendimentos de urgência e emergência seguem o protocolo de Manchester, priorizando a gravidade de cada caso”, defendeu a secretaria.

image Poste inclinado preocupa moradores na avenida Independência
Motoristas que passavam pelo local se surpreenderam com a posição do equipamento

image Bueiro na Almirante Barroso causa medo em quem trafega na área
Denúncia afirma que o bueiro está sem tampa há quase três meses

image Ciclistas denunciam uso indevido de ciclovias em Belém
Irregularidades foram registradas em diversos pontos da cidade pelos denunciantes

“Sobre o episódio lamentável do último sábado (24), a Sespa afirma que repudia qualquer ato de violência contra qualquer colaborador e que se solidariza com os profissionais de saúde agredidos pela usuária. A direção da unidade já está apurando as circunstâncias do fato”, completou.

O projeto Eu Repórter é uma iniciativa que busca reforçar a proximidade com os leitores e internautas, incentivando ainda mais o jornalismo colaborativo. Para participar das reportagens e conteúdos, compartilhando histórias, denúncias e sugestões de matérias com a redação de O Liberal, basta acessar o site eureporter.grupoliberal.com ou enviar suas informações para o Whatsapp (91) 98565-7449, onde será iniciada uma conversa diretamente com repórteres da redação. A denúncia pode ser feita de forma anônima.

Palavras-chave

Eu Repórter
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS NOTICIAS EUREPORTER