Jogador envolvido na paralisação do Parazão 2023 afirma que avisou ao Águia que estava suspenso

Atacante Guga usou as redes sociais nesta terça-feira (24) para se pronunciar sobre o caso. 

Caio Maia
fonte

Um dos personagens principais do processo que suspendeu o Campeonato Paraense de 2023, o atacante Guga usou as redes sociais nesta terça-feira (24) para dar a sua versão da história. Ele, juntamente com Hatos, ex-Bragantino, teria disputado partidas do torneio do ano passado enquanto estava suspenso.

VEJA MAIS

image Parazão 2023 é paralisado por decisão liminar do STJD; Paragominas é autor do pedido
Competição, que deveria começar neste final de semana, não tem data para ocorrer à pedido do Paragominas, que foi rebaixado em 2022

image Presidente da FPF diz que Parazão 2023 seguirá suspenso e primeira rodada ocorrerá só em fevereiro
Acórdão de julgamento que determinou rebaixamento do Paragominas foi publicado. No entanto, Ricardo Gluck Paul diz que prazos legais existem que processo seja julgado no STJD apenas na semana que vem. 

image STJD marca data de julgamento que vai decidir o futuro do Campeonato Paraense; veja
A corte desportiva vai apreciar um total de quatro processos, envolvendo Águia de Marabá, Bragantino, Itupiranga e Amazônia Independente

No pronunciamento, Guga disse que estava ciente da punição e avisou à diretoria do Águia de Marabá, assim que chegou no clube, que teria de cumprir suspensão por pelo menos uma partida. Ele disse também que pediu para que o Azulão verificasse o caso.

"Assim que cheguei no Águia avisei à secretaria do clube [sobre a suspensão]. A resposta que tive foi que estaria apto para o jogo. Dias antes da partida, pedi novamente para verificarem e eles, mais uma vez, disseram que poderia jogar", disse o atacante Guga.

O atleta diz que gravou o vídeo para contradizer algumas pessoas que o culpavam pela suspensão do Parazão. No pronunciamento, Guga explica que, mesmo tendo acionado a diretoria do clube em duas oportunidades, a responsabilidade de verificar a disponibilidade de atletas era do Águia.

"A iniciativa de querer saber se tinha mais um jogo [de suspensão] a cumprir partiu de mim. Essa responsabilidade não é do atleta, mas do clube. Eles tinham que ir atrás disso. O que deveria ser feito, eu fiz: avisei. Não era minha responsabilidade, mas avisei", explicou.

Entenda o caso

Após serem expulsos e punidos pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) por atos de indisciplina praticados quando jogaram a Segundinha pelo Itupiranga, em 2021, Guga e Hatos jogaram por outros clubes no Parazão de 2022 e não cumpriram as devidas suspensões apenadas.

Guga pegou dois jogos e cumpriu um, enquanto Hatos teve punição ampliada para cinco jogos e também cumpriu um.

No dia 20 de outubro, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu, por unanimidade, anular todas as decisões até então divulgadas pelo TJD/PA e pedir novo julgamento, o que foi feito em 19 de dezembro do ano passado. O TJD manteve o Paragominas rebaixado e multou o Itupiranga em R$ 30 mil, por ter esquecido de notificar os jogadores sobre as referidas punições. Apesar da nova derrota, o Paragominas não desistiu do caso e entrou com novo recurso no STJD.

VEJA MAIS SOBRE A SUSPENSÃO DO PARAZÃO

image Diretor da FPF tenta recurso no STJD para iniciar o Parazão e teme dificuldades para Remo e Paysandu
Diretor jurídico da Federação Paraense de Futebol, André Cavalcante, afirma que existe a possibilidade do Parazão retornar neste final de semana, mas teme que a dupla Re-Pa, Tuna e Águia sejam prejudicados

image Técnico do Paysandu, Márcio Fernandes avalia suspensão do Parazão: ‘São dois fatores’
Papão estrearia no último final de semana no Parazão 2023, mas imbróglio do estadual atrapalhou a preparação

image Parazão suspenso: retorno pode demorar mais que o esperado, afirma fonte; veja os motivos
De acordo com uma fonte interna da FPF, o imbróglio pode não ser resolvido com a rapidez esperada pela entidade

image Acórdão de julgamento do TJD-PA que rebaixou Paragominas é publicado e Parazão pode ser retomado
Caberá agora às partes envolvidas no processo solicitarem ao STJD a revogação da liminar que suspende o campeonato. Caso pedido seja aceito, torneio poderá ser realizado imediatamente. 

image Parazão suspenso: executivo do Paysandu acredita que campeonato retorne neste final de semana
Vandick Lima disse que imbróglio jurídico que suspendeu o torneio seja julgado até esta quinta (26) no STJD.

image Parazão: torcedor do Paysandu que viajou de carona lamenta paralisação: 'Quebrou minhas pernas'
Moisés Leão saiu de Lençóis-BA no dia 7 de janeiro e chegou em Belém dia 13, com a expectativa de ficar na capital até a estreia no Parazão. Arqueólogo tem se mantido com a ajuda de torcedores e do próprio clube

image Suspensão do Parazão pode ajudar o Remo no retorno de jogadores lesionados; saiba detalhes
Leão Azul possui três atletas no departamento médico e que poderiam ficar de fora da estreia contra o Independente, porém, a parada do estadual, eles ganham tempo e podem se recuperar para o primeiro jogo oficial de 2023

Futebol
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES