Suspensão do Parazão pode ajudar o Remo no retorno de jogadores lesionados; saiba detalhes

Leão Azul possui três atletas no departamento médico e que poderiam ficar de fora da estreia contra o Independente, porém, a parada do estadual, eles ganham tempo e podem se recuperar para o primeiro jogo oficial de 2023

Fábio Will
fonte

O Campeonato Paraense de 2023 foi paralisado, após decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A competição estadual que iniciaria neste fim de semana com seis partidas, está com o futuro indefinido. A paralisação por um lado prejudica o Remo no quesito finanças, vendas de ingressos e bebidas, já que o Leão estrearia em casa no sábado (21), mas por outro lado o técnico azulino Marcelo cabo ganhou um tempo extra para tentar recuperar três jogadores importantes até a estreia no Parazão diante do Independente de Tucuruí.

Whatsapp: saiba tudo sobre o Remo. Recêêêba!

A equipe de O Liberal confirmou com uma fonte interna do clube, que três jogadores eram dúvidas para a estreia azulina no Parazão. O lateral-esquerdo Leonan e os volantes Paulinho Curuá e Anderson Uchôa, foram poupados dos treinamentos durante a semana, após sentirem dores musculares. A pedido do departamento médico azulino, os dois atletas ficaram de fora do último amistoso do Leão, diante do Caeté, no Baenão, na semana passada, no empate em 1 a 1, que gerou reclamação por parte da torcida, após o fim da partida.

VEJA MAIS

image Parazão suspenso: campeonato pode ser realizado fora de datas estipuladas pelo calendário da CBF
A data limite, de acordo com o Calendário Anual do Futebol Brasileiro, para o fim dos estaduais é o dia 9 de abril, domingo de Páscoa.

image Presidente do Remo fala sobre suspensão do Parazão e teme dificuldades em competições nacionais
Fábio Bentes citou que a paralisação do estadual pode influenciar no calendário remista nas competições nacionais

image Remo: após terminar na reserva em 2022, goleiro Vinícius possui a confiança de Marcelo Cabo
Goleiro Vinícius será o titular do Remo neste início de temporada, garante Marcelo Cabo

image Uchôa é foi titular absoluto no Remo no ano passado (Samara Miranda / Remo)

Além de Uchôa e Leonan, o Remo possui um jogador no departamento médico. O volante Paulinho Curuá, um dos remanescentes da temporada 2022, se machucou durante o aquecimento do amistoso contra o Caeté. O atleta foi submetido a exames, que detectaram uma contratura muscular e Curuá iniciou tratamento durante a semana. Com o tempo de paralisação do Campeonato Paraense, os três jogadores podem retornar à equipe, principalmente Leonan Uchôa, titulares na equipe do técnico Marcelo Cabo.

image Leonan foi campeão paraense com o Remo em 2022 (Samara Miranda / Ascom Remo)

O comandante azulino possui algumas opções para os lugares dos jogadores, caso não consigam retornar antes da estreia. O Remo possui um substituto imediato para a função de Leonan na esquerda, que é Raí, recém-contratado pela diretoria azulina. Já no meio-de-campo, Uchôa pode dar lugar ao volante Pingo, garoto cria das categorias de base, mas que já possui experiência e chegou a jogar a Série B de 2021 e a Série C de 2022.

image Paulinho Curuá é um dos remanecentes da temporada 2022 (Sidney Oliveira/O Liberal)

Outra opção de Marcelo Cabo é o volante Henrique, que estava defendendo o Leão Azul na Copa São Paulo de Futebol Júnior e foi um dos destaques da equipe remista, que deixou a competição na terceira fase, após perder por 2 a 0 para o Fortaleza-CE. Henrique foi integrado ao elenco profissional e surge como uma grata surpresa no time do Leão Azul.

Remo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM REMO

MAIS LIDAS EM ESPORTES