Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Domingo de Ramos dá início à Semana Santa: confira a programação nas paróquias de Ananindeua

Confira os horários das missas e das procissões de Ramos nas paróquias de Ananindeua neste domingo

Luiz Cláudio Fernandes

Neste domingo os cristãos celebram em todo o mundo o Domingo de Ramos. Essa celebração rememora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e também marca o início da Semana Santa, ocasião em que a igreja faz memória dos dias em que Jesus Cristo realizou a salvação do mundo com seu amor e com seu sacrifício da cruz

Segundo a Igreja Católica, a liturgia oferece aos cristãos a experiência do amor infinito de Deus que se deu todo pela humanidade na sua paixão e morte. “Eis por que lemos o relato comovente, detalhado e profundo da Paixão de Cristo. Aí se encerra todo o mistério do amor de Deus, do pecado do homem, da salvação que Jesus nos mereceu. O texto da paixão de Jesus fala por si. É o relato dos fatos através dos quais chegou a nós a redenção”, explica o religioso e professor de Filosofia Felipe Aquino. 

VEJA MAIS

Confira a programação deste Domingo de Ramos nas paróquias Fiéis participam de presencial eventos da Paixão de Cristo, após o o pique da pandemia da covid-19

'Nós não aprendemos, estamos apaixonados pelas guerras', critica Papa Francisco O religioso voltou a condenar o conflito entre Rússia e Ucrânia

Quaresma: confira 15 dicas para viver bem esse tempo de conversão Durante este período do ano, cristãos em todo o mundo fazem o exercício de se tornarem pessoas melhores para viverem intensamente a Páscoa

“Todo o mal que se faz sobre a terra de certa forma é condensado naquelas cenas, naqueles gestos de violência: a mentira, a inveja, a traição dos amigos, a sede de poder, a adulação dos poderosos, a maldade, o ódio, o desprezo da dignidade humana, as insinuações, e tudo o mais que os homens fazem de mal, tudo parece estar presente na paixão de Jesus”, ensina.

Ainda segundo Aquino, colocar juntas, como faz a celebração do Domingo de Ramos, as duas atitudes da multidão, que antes aclama Jesus e depois o condena, leva os cristãos a entenderem como é fácil esquecer o amor de Deus, deixar-se vencer pelo pecado, renegar o Senhor. 

“O mistério pascal está no centro da nossa fé cristã, o mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo, por isso, a Semana Santa também ocupa o lugar central no ano litúrgico que celebra o mistério de Cristo”.

Padre Chicão, pároco da paróquia Nossa Senhora das Graças - Matriz 

“Também cada um de nós, tantas vezes, cai na tentação, no medo, no egoísmo, no pecado, como Pedro e Judas. Trata-se de crer em Deus, no seu amor infinito, na sua misericórdia sem limites. O amor de Deus, expresso na cruz, é a nossa plena, contínua, eterna salvação”, diz.

Padre Chicão celebra a celebração da Paixão do Senhor na paróquia Nossa Senhora das Graças de Ananindeua (Pascom da Paróquia N S das Graças)

Simbologia do Domingo de Ramos 

A igreja relembra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e aclamado pelo povo simples que O aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”. Esse povo, há poucos dias, tinha visto Jesus ressuscitar Lázaro de Betânia e estava maravilhado, pois tinha a certeza de que esse era o Messias anunciado pelos profetas. “Mas esse mesmo povo tinha se enganado com o tipo de Messias que Cristo era. Pensava que fosse um Messias político, libertador social, que fosse arrancar Israel das garras de Roma e devolver-lhe o apogeu dos tempos de Salomão, explica o professor Felipe.

Para deixar claro a este povo que Ele não era um Messias temporal e político, um libertador efêmero, e sim, o grande Libertador do pecado, a raiz de todos os males, então, Jesus entra na grande cidade, a Jerusalém dos patriarcas e dos reis sagrados, montado em um jumentinho; expressão da pequenez terrena. “Ele não é um Rei deste mundo! Dessa forma, o Domingo de Ramos dá o início à Semana Santa, que mistura os gritos de hosanas com os clamores da Paixão de Cristo. O povo acolheu Jesus abanando seus ramos de oliveiras e palmeiras”, explica.

A entrada “solene” de Jesus em Jerusalém foi um prelúdio de Suas dores e humilhações. Aquela mesma multidão que O homenageou, motivada por Seus milagres, agora vira as costas a Ele e muitos pedem a Sua morte. Jesus, que conhecia o coração dos homens, não estava iludido. “Quanta falsidade há nas atitudes de certas pessoas! Quantas lições nos deixam esse Domingo de Ramos!”, diz Felipe. 

Os ramos lembram o batismo

Segundo Felipe, os ramos significam a vitória: “Hosana ao Filho de Davi: bendito seja o que vem em nome do Senhor, o Rei de Israel; hosana nas alturas”. “Os ramos santos nos fazem lembrar que somos batizados, filhos de Deus, membros de Cristo, participantes da Igreja, defensores da fé católica, especialmente nestes tempos difíceis em que essa é desvalorizada e espezinhada. Os ramos sagrados que levamos para nossas casas, após a Missa, lembram-nos de que estamos unidos a Cristo na mesma luta pela salvação do mundo, a luta árdua contra o pecado, um caminho em direção ao Calvário, mas que chegará à Ressurreição”, explica.

O sentido da procissão de Ramos

Geralmente todas as paróquias realizam a Procissão de Ramos. O sentido da procissão, segundo Felipe, é mostrar a peregrinação sobre a terra que cada cristão realiza a caminho da vida eterna com Deus. “Ela nos recorda que somos apenas peregrinos neste mundo tão passageiro”,ensina.

Horários das missas e das procissões nas paróquias 

Os horários das missas nas paróquias de Ananindeua podem ser consultados no site da Arquidiocese de Belém

Paróquia Nossa Senhora das Graças - Matriz 

7h - SETOR IGREJA MATRIZ: Saindo da Comunidade Sagrada Família para a Matriz. À noite, teremos outra celebração às 19h, iniciando na Praça da Matriz.

7h - SETOR SÃO JOSÉ – Saindo da Comunidade São Judas Tadeu para a Comunidade São José.  

7h - SETOR SÃO FRANCISCO DE ASSIS – Saindo da Comunidade São Pedro para a Comunidade São Francisco de Assis.  

Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora - Aurá 

6h - Saída da Procissão de Ramos (Praça do conjunto JK), com missa na chegada. *Única missa do dia.

Paróquia São Lucas Evangelista 

7h - Bênção e procissão dos ramos (Concentração da feira da Cidade Nova 6) e missa na igreja matriz. 

17h - Missa (sem bênção dos ramos) - na igreja matriz. 

19h - Missa (sem bênção dos ramos) - na igreja matriz. 

Paróquia Nossa Senhora das Vitórias 

7h - Bênção dos ramos na Comunidade Santa Rita. Comentário inicial e preces. 


 

 

 

 

Ananindeua
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS DE ANANINDEUA

MAIS LIDAS EM ANANINDEUA