Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

IML informa que 27 corpos dos mortos em massacre de Altamira foram liberados

Corpos identificados estão sendo armazenados em uma câmara frigorífica devido ao pouco espaço nas instalações do IML

Redação Integrada

O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, por meio do Instituto Médico Legal (IML) e do Instituto de Criminalística, encerrou na tarde desta quarta-feira, 31, a autópsia - exame cadavérico que consiste em uma série de procedimentos médicos para determinar a causa e modo de morte - nos 58 mortos no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRAlt), no sudoeste paraense. Vinte e sete corpos foram liberados às famílias, no entanto, outros 31 cadáveres precisam de exame de DNA para serem identificados. A informação é do Governo do Pará, divulgada no início da noite desta quarta-feira, 31. 

O trabalho de autópsia feito pelos peritos em Altamira, contou com reforço providencial da equipe do Núcleo Avançado de Investigação Pericial Especializada (Naipe), deslocada de Belém para Altamira pelo Centro de Perícias Científicas Renato Chaves.

Leia mais

- CNJ classifica como péssimas as condições da cadeia de Altamira
- Quatro presos do conflito de Altamira são mortos na transferência de presídio a Marabá
- Mais um detento morto é achado em presídio de Altamira
- CNJ pede ao TJPA informações sobre massacre em presídio de Altamira
- Apenas dez dos 46 transferidos após massacre de Altamira vão para prisões federais
- Conflito entre duas facções motivou massacre em Altamira; entenda
- Massacre em presídio de Altamira é o maior do ano em um único presídio no Brasil

Horas depois do massacre ocorrido na manhã da última segunda-feira, (29), o Instituto Médico Legal conseguiu identificar, nominalmente, todas as vítimas da chacina do CRRAlt contudo o procedimento de necrópsia é lento por exigir um exame cauteloso no cadáver a fim de atestar sua identidade com precisão. 

Na terça-feira, (30), o IML anunciou o reconhecimento e a identificação de 15 corpos, todos liberados de imediato para sepultamento. Ontem, mais 12 vítimas foram liberadas para sepultamento, o que totalizou 27 corpos identificados pelo trabalho de necrópsia, porém, os 31 corpos restantes somente estarão liberados após a coleta de material para exame de DNA, que será feito por peritos odontologistas forenses e uma equipe de peritos criminais do Laboratório Genética Forense, do Instituto de Criminalística (IC) de Belém.

Segue a lista dos primeiros 21 corpos liberados aos familiares:

- Efrain Mota Ferreira
- Luilson da Silva Sena
-Wesley Marques Bezerra
- Adriano Moreira de Lima
- Ismael Souza Veiga
- Carlos Reis Araújo
- Jelvane de Sousa Lima
- Josivan Irineu Gomes
- Marcos Saboia de Lima
- Rivaldo Lobo dos Santos
- Josivan Irineu Gomes
- Evair Oliveira Brito
- Deiwson Mendes Correa
- Natanael Silva do Nascimento
- Renan da Silva Souza
- Cleomar Silva Henrique
- Deusivan da Silva Soares
- Eliesio da Silva Sousa
- Josicley Barth Portugal
- Valdecio Santos Viana
- João Pedro Pereira dos Santos

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA