Conquista de cinturão, revelações e destaques, relembre alguns momentos dos paraense no MMA

Título da PFL da paraense Larissa Pacheco é um dos destaques do esporte paraense

Aila Beatriz Inete
fonte

O Pará é um grande celeiro de atletas do MMA. O estado possui grandes lutadores que são destaques no mundo. O ano de 2022 foi de grandes conquistas para a modalidade. Muitos atletas se destacaram no cenário mundial e conquistaram grandes feitos na carreira. Por isso, a equipe de esportes de O Liberal.com selecionou alguns desses triunfos.

Confira:

Deiveson recupera o cinturão do peso-mosca do UFC

O ano começou com o paraense Deiveson Figueiredo recuperando o cinturão do peso-mosca do UFC. No dia 12 de janeiro de 2022, o “Deus da Guerra'' subiu no octógono para enfrentar o seu maior adversário Brandon Moreno, que havia vencido Daico no ano anterior. Foram cinco rounds de muita trocação.

Ao final, os juízes viram a vitória de Deiveson Figueiredo e, assim, o paraense recuperou o cinturão do peso-mosca do UFC. Em 2023, Daico e Brandon Moreno vão fazer a primeira tetralogia do Ultimate pelo título da categoria.

image É do Pará! Deiveson Figueiredo vence Brandon Moreno e reconquista cinturão do UFC
Em luta equilibrada e emocionante, Daico superou o adversário e a torcida em prol de Brandon

image Paraenses Deiveson e Michel Pereira brilham no UFC: 'Treinamos muito'
'Demolidor' e 'Deus da Guerra' vencem no card principal, com direito a retomada de cinturão do peso-mosca (até 57kg)

Amanda Lemos se destaca do UFC

A paraense Amanda Lemos começou o ano de 2022 em alta no UFC. Após emplacar cinco vitórias seguidas na organização, em abril, a lutadora fez a primeira luta principal no Ultimate. Ela enfrentou a ex-campeã Jessica Bate-Estaca, mas acabou perdendo por finalização, no primeiro round.

image Paraense Amanda Lemos pede luta pelo título do peso-palha do UFC: ‘Estou pronta para a guerra’
Lutadora é a atual número três do ranking e agora deseja lutar pelo cinturão contra a chinesa Weili Zhang

image Após nocaute no UFC, paraense empata em primeiro como a lutadora com mais vitórias pela via rápida do peso-palha
Amanda Lemos venceu a gaúcha Marina Rodriguez por nocaute no terceiro round no último sábado (5), em Las Vegas, nos Estados Unidos

Apesar do revés, Amanda não ficou para trás. Logo após a derrota, a paraense enfrentou Michelle Waterson e venceu por finalização no segundo round. Ainda em 2022, em outubro, Lemos foi a estrela da noite ao vencer por nocaute a ex-número três do ranking, Marina Rodriguez. A paraense está no top 3 da categoria.

Bruno Souza deixa o UFC e assina com o Karate Combate

O pernambucano radicado no Pará, Bruno “The Tiger”, Souza, começou o ano de 2022 em busca de se firmar no UFC. Pupilo do ex-campeão Lyoto Machida, o lutador fez a segunda luta no Ultimate, contra Luis Saldana, mas perdeu por pontos. Com isso, o paraense amargou duas derrotas seguidas e a organização decidiu dispensá-lo.

image Em nova organização, paraense Bruno Souza revela plano ambicioso: ‘Eu quero ser a cara do Karate Combat’
Lutador deixou o UFC em maio deste ano, mas assinou contrato com a organização de karatê, que tem crescido nos últimos anos

image Na luta principal do Karate Combat, paraense Bruno Souza perde para Edgars Skrivers
'The Tiger' perdeu o combate contra o ex-campeão da organização por decisão dos unânime dos juízes

Fora do MMA, Bruno decidiu “voltar às origens" e assinou contrato com a maior organização de karatê full contact, o Karate Combate. No evento, o paraense já fez dois duelos e tem uma vitória e uma derrota.

Michel Pereira finalmente entra no ranking do meio-médio

O “Paraense Voador” abriu o ano de 2022 com uma vitória em cima do português Andre Fialho. Com isso, Michel emplacou quatro vitórias seguidas. Além dos triunfos, o paraense tem um estilo peculiar – engraçado e agressivo – de lutar que conquistou muitos fãs. Apesar do bom desempenho na categoria dos meio-médios, o lutador ainda não havia enfrentado um atleta ranqueado.

image Paraense Michel Pereira revela dificuldade para encontrar adversários no UFC: ‘Eles não aceitam’
Último combate do 'Paraense Voador' foi em maio deste ano, quando ele venceu o argentino Santiago Ponzinibbio

Até que em maio, o paraense enfrentou o argentino Santiago Ponzinibbio, então, 14° colocado. Michel Pereira venceu a luta e a organização finalmente o colocou no ranking da categoria. Para 2023, o “Paraense Voador” espera conseguir mais lutas para chegar mais próximo do cinturão da divisão, que agora pertence ao inglês Leon Edwards.

Retomada

A paraense Polyana Viana, conhecida como Dama de Ferro, começou o ano com duas vitórias seguidas. Mas, no primeiro desafio do ano perdeu para a Tabatha Ricci. Apesar da derrota, a lutadora conseguiu se recuperar e venceu a norte-americana Jinh Yu Frey. Com isso, Polyana conseguiu entrar no top 15 ranking da categoria peso-palha.

image Paraense Polyana Viana analisa momento no UFC e projeta ano de 2023 na organização
Lutadora de São Geraldo do Araguaia entrou no top 15 da categoria peso-palha após vitória por nocaute no Ultimate

Larissa Pacheco choca o mundo

A paraense Larissa Pacheco se tornou a grande campeã da edição de 2022 da PFL (Professional Fighters League). Natural de Marituba, a lutadora enfrentou, pela terceira vez, a norte-americana Kayla Harrison na final do evento que ocorreu em novembro, em Nova York.

image Campeã da PFL, Larissa Pacheco relembra caminho até título e revela chances luta contra Cris Cyborg
Lutadora derrotou a norte-americana Kayla Harrison no último dia 25 de novembro, em New York, e conquistou 1 milhão de dólares

image Larissa Pacheco vence Kayla Harrison na final do PFL 10 e fatura 1 milhão de dólares; veja
Depois da performance convincente, Pacheco vence a primeira diante de Harrison. Anteriormente, a brasileira acumulava dois tropeços diante da antiga campeã

Após cinco rounds de combate, Larissa acabou com a invencibilidade Kayla Harrison e anunciada como a grande vencedora da PFL. Além do título, a paraense conquistou o prêmio de 1 milhão de dólares, mais de R$ 5 milhões.

Revelações

As paraenses Rayanne Amanda e Edineia Silvia, a Mel Pitbull, entraram no cenário internacional. Rayanne participou da sexta temporada do Contender Series, reality do presidente do UFC, Dana White. A lutadora acabou perdendo por decisão dos juízes para a também brasileira Denise Gomes. Com a boa atuação que teve no combate, a atleta conseguiu um contrato com o Invicta, maior organização de MMA feminino.

image Em busca de um contrato com o UFC, paraense Rayanne Amanda se prepara para lutar no ‘Contender Series’
Lutadora enfrenta outra brasileira no evento em agosto deste ano

Já Mel Pitbull fez a sua primeira luta no LFA (Legacy Fighting Alliance), em julho deste ano. A paraense venceu a adversária Amanda Torres. Com isso, a paraense também conseguiu um contrato com o Invicta e está em busca do sonho de chegar ao UFC.

image Contratado de última hora, paraense Carlos Mota estreia com derrota no UFC
Paraense, campeão do peso-mosca do LFA, perdeu para o norte-americano Cody Durden

Outro destaque foi o paraense Carlos “Tizil” Motta. Natural de Medicilândia, sudoesta do Pará, o lutador conquistou o título do peso-mosca do LFA ao nocautear o russo Rizvan Abuev. Por conta da performance, o paraense conseguiu um contrato com UFC e estreou em outubro. Como pegou a luta em cima da hora, o lutador acabou perdendo por pontos para o norte-americano Cody Durden.

Mais Esportes
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES