De Footix a La'eeb: relembre seis mascotes que marcaram as Copas do Mundo

Além dos jogadores de futebol, os personagens que representam a competição em cada país também se tornou um sucesso entre os torcedores

Amanda Martins

A Copa do Mundo 2022 começa no próximo domingo (20). Mas, os jogadores de futebol das 32 seleções não serão os únicos a chamar atenção no maior evento de futebol mundial. Neste ano, o mascote escolhido para acompanhar o torneio que ocorre no Catar, já está cativando os torcedores. La’eeb - que, de acordo com a organização, significa “jogador super-habilidoso” - foi inspirado no Keffiyeh, lenço para cabeça característico do país. 

VEJA MAIS

image Lista: cinco novelas sobre futebol para assistir
A Copa do Mundo de 2022 começa no próximo domingo (20)

image Brasil é a segunda seleção mais valiosa da Copa do Mundo de 2022, aponta levantamento
Estudo diz que os 26 convocados por Tite somam, juntos, mais de R$ 8 bilhões em valor de mercado.

image Copa do Mundo 2022: Qatar tem a cerveja mais cara entre os países participantes; veja mais
Não bastasse o valor elevado, o Qatar ainda impôs uma série de restrições para o consumo de bebida alcoólica no país

image O mascote La’eeb irá representar a Copa do Mundo 2022 no Catar (Reprodução/ Redes sociais)

Juntando-se a ele, muitos outros personagens também já fizeram sucesso como símbolo da Copa do Mundo dentro e fora dos países que foram sediados. Entre animais e desenhos, muitos mascotes marcaram a memória de torcedores ao longo dos anos. Pensando nisso, o O Liberal.com recediu relembrar o nome e a história dos seis  últimos mascotes  da Copa do Mundo:

Zebivaka (2018)

image Zabivaka mascote que representou a Copa do Mundo de 2018 na Rússia (Reprodução/ Fifa)

Zabivaka - um lobo-cinzento, espécie ameaçada de extinção - foi o último mascote que representou a edição da Copa do Mundo realizada na Rússia, em 2018. O nome do personagem tem origem russa e significava “aquele que marca gol”. 

Vestido com um uniforme azul e branco - cores da bandeira do país -, o lobo  ainda possuía óculos e uma expressão alegre.

image Copa do Mundo 2022: seleção da Argentina desembarca no Catar com direito a festa da torcida; veja
De acordo com o diário argentino Olé, cerca de 500 torcedores aguardavam os 'hermanos' no país sede da Copa do Mundo

image Camarões na Copa do Mundo 2022: veja craques, campanha e escalação do terceiro adversário do Brasil
Leões terão que se apegar à própria história de superações em Mundiais para avançar às oitavas de final pela primeira vez em 32 anos.

image Suíça na Copa do Mundo 2022: veja craques, campanha e escalação do segundo adversário do Brasil
A seleção suíça vem de uma classificação direta nas eliminatórias europeias; em 2018, os suíços empataram com o Brasil por 1x1

image Sérvia na Copa do Mundo 2022: veja craques, campanha e escalação do primeiro adversário do Brasil
Também presente no grupo da Seleção no Mundial de 2018, a equipe do leste europeu ganhou reforços nos últimos quatro anos.

Fuleco (2014)

image O mascote Fuleco representou a Copa do Mundo de 2014 no Brasil (Reprodução/ Fifa)

Em 2014, o Brasil sediou a Copa do Mundo pela segunda vez. Fuleco, um tatu-bola, foi apresentado como mascote da competição. O personagem foi eleito por voto popular e trouxe a representação de um animal típico da fauna, que está sob ameaça de extinção.  

Por isso, o nome do mascote teve origem na junção das palavras “futebol” e “ecologia”. Em suas roupas, Fuleco esbanjou o azul, verde e amarelo, remetentes à bandeira do país. 

Zakumi (2010)

image Zakumi representou o mascote da Copa do Mundo de 2010 na África do Sul (Reprodução/ Fifa)

Zakumi, um leopardo de cabelos verdes e corpo amarelo, cores que apresentavam o uniforme da seleção africana, foi o mascote da Copa de 2010 sediada na África do Sul. 

O nome do mascote foi a junção de dois termos de um dos idiomas locais: “za”, que significava “África do Sul", e “kumi”, que significa o número 10, representando o ano em que o evento foi realizado. 

Goleo VI (2006)

image Goleo e Pille foram os mascotes da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha (Reprodução/ Fifa)

Já a Alemanha, que sediou a Copa do Mundo em 2006, trouxe um personagem em pelúcia. Goleo era um leão, que estava sempre acompanhado por Pille, uma bola de futebol falante.  

Goleo ganhou este nome por ser a junção de duas palavras, “gol” e “leo”, que significava leão em latim. “Pille”, a bola que acompanhava-o, é um termo alemão para se referir ao objeto usando durante um jogo de futebol de maneira informal. 

Kaz, Ato e Nik (2002)

image Kaz, Ato e Nik foram os mascotes da Copa de 2002 nos países Coreia do Sul e Japão (Reprodução/ Fifa)

E quem lembra dos três desenhos de alienígenas para representar a competição há 20 anos? Kaz, Ato e Nik, mascotes da Copa do Mundo de 2002, desenvolvidos pela Coreia do Sul e Japão, países onde foram sediadas a competição.  Os personagens foram escolhidos com o objetivo de representar a tecnologia dos países. 

Footix (1998)

image Footix foi mascote da Copa de 98 sediada na França (Reprodução/ Fifa)

Footix, um galo de corpo azul, cabeça e rabo vermelhos, acompanhado por uma bola de futebol com as cores da bandeira francesa, representou o país na Copa de 1998. O nome do personagem surgiu da mistura de “Football” e "Asterix", personagem famoso no universo dos quadrinhos.

 

Esportes
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES