Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Aborto de feto de 6 meses está sendo investigado em Santarém

A jovem ainda está hospitalizada e deve ser ouvida nos próximos dias

Andria Almeida

Um caso de aborto está sendo apurado no município de Santarém, oeste paraense. As Polícias Militar e Civil estão no caso desde que foram acionados na tarde desta terça-feira (26), por volta das 17h, para a ocorrência no bairro Elcione Barbalho. O aborto ocorreu com uma mulher de 25 anos, que estava grávida de 6 meses. A família acionou a Polícia Militar e, agora, a investigação corre para saber se aconteceu de forma espontânea ou induzida. Um boletim de ocorrência registrado pela PM foi encaminhado para a Unidade Integrada Pro Paz do Santarenzinho (UIPP), onde o caso será investigado pelo delegado Erik Peterson.

VEJA MAIS

Feto de cinco meses é encontrado por catador de lixo em condomínio O homem queria enterrá-lo, mas foi convencido por uma moradora a acionar a PM

Feto humano é encontrado dentro de pote de vidro em Parauapebas O caso será investigado pela Polícia Civil. A ocorrência foi atendida por policiais militares do 23º Batalhão

Na ocasião, familiares acionaram a PM que, por sua vez, acionou o Serviço Móvel de Urgência (Samu). A equipe de urgência e emergência indicou ainda que a grávida apresentava sangramento intenso. Os plantonistas constataram também que o bebê estava em óbito no chão do banheiro da casa, bastante machucado, com um lado da cabeça achatado. A cena chamou atenção dos plantonistas do Samu.

O delegado, Kleidson Castro, que estava de plantão  no momento do ocorrido, informou que a suspeita inicial é de aborto. “Foi feito o boletim de ocorrência pela Polícia Militar, o qual foi encaminhado para UIPP do Santarenzinho. O caso será investigado pelo delegado Erik Peterson”, informou.

Segundo informações preliminares repassadas por um perito criminal da Polícia Científica do Pará (PCP), o feto já estava morto no momento do parto. A polícia agora vai investigar se o aborto foi espontâneo ou provocado pelo abuso de drogas.

Suposto feto humano é encontrado em terreno no bairro do Guamá, em Belém Material foi removido e será analisado por peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPRC)

Feto é encontrado na avenida Independência, em Ananindeua O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves foi acionado para realizar a perícia no local e remover o corpo ao IML

Perícia é acionada para remoção de feto, mas descobre que se tratava de um cachorro Caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (7)

A mulher foi encaminhada para o Pronto Socorro Municipal para receber os cuidados necessários. Após ser liberada, ela deverá comparecer a 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil para prestar esclarecimentos sobre o caso. Segundo informações de familiares, repassadas à polícia, a mulher tem outros cinco filhos e é usuária de drogas.

A reportagem entrou em contato com a assessoria do Hospital Municipal para saber sobre o quadro clínico da paciente e foi informada, por meio de um comunicado, que “o HMS recebeu a paciente e que não tem autorização da acompanhante da mesma para repassar qualquer tipo de informação sobre o quadro clínico”. A assessoria reforçou ainda que todo paciente tem direito ao sigilo de informações do prontuário médico.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA