Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mão de tesoura usada por Johnny Depp é vendida por R$ 420 mil

O item foi arrebatado por quase o dobro do esperado pelos curadores do leilão

Paula Figueiredo

Uma das mãos de tesoura usada pelo ator Johnny Depp no filme sucesso dos anos 90, “Edward, Mãos de Tesoura", foi vendida em um leilão na última terça-feira (21), por 81,2 dólares, aproximadamente R$ 420 mil

VEJA MAIS

Retrato de Marilyn Monroe é leiloado por US$ 195 milhões e vira a obra mais cara do século 20
Apesar de ficar abaixo do valor estimado, a obra é a mais importante do século 20 a ser leiloada em uma geração

Camisa de Maradona do gol ‘Mão de Deus’ é leiloada por mais de R$ 44 milhões
Valor da venda é o maior já pago por um item esportivo. O argentino usou a camisa na Copa de 1986, em jogo contra a Inglaterra

Guitarra azul de Kurt Cobain em clipe de 'Smells Like Teen Spirit' será vendida em leilão
O instrumento tem 'case' e cinta originais.

A venda foi realizada pela casa Prop Store Auction e obteve quase o dobro do esperado pelos curadores do leilão. Segundo o site TMZ, o preço aumentou devido a batalha judicial entre Johnny Depp e sua ex-mulher e também atriz Amber Heard. Os dois se processavam mutuamente por difamação e foram condenados a pagar milhões de dólares. Ela 10,35 milhões e ele US$ 2 milhões

Outros itens leiloados

Outros itens leiloados. (Foto: Reprodução)

Ainda no evento, itens como a bola de Tom Hanks no filme "Náufrago", nomeada de Wilson, foi vendida por R$ 950 mil. Já o mjölnir, famoso martelo do Thor, foi arrebatado por R$ 836 mil. 

(Estagiária Paula Figueiredo, sob supervisão de Tainá Cavalcante, editora web de OLiberal.com)

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA