Entenda como remédios usados por Paulinha Abelha para emagrecer causam lesões nos rins

Paulinha Abelha morreu aos 43 anos, nesta quarta-feira (23)

Amanda Martins
fonte

Uma intoxicação medicamentosa, proveniente de remédios para emagrecer, pode ter causado a morte da vocalista da banda Calcinha Preta, Paulinha Abelha. A cantora morreu por problemas renais nesta quarta-feira (23). Na última coletiva, que ocorreu na terça-feira (22),  o médico que cuidava da cantora afirmou, que não descartava a possibilidade de que os medicamentos possam ter piorado o quadro da artista

VEJA MAIS

image Morte de Paulinha Abelha causa comoção de fãs na web
A vocalista da banda Calcinha Preta morreu, nesta quarta-feira (23), aos 43 anos

image Paulinha Abelha morre aos 43 anos após internação por problemas renais
A cantora estava internada desde 11 de fevereiro e não resistiu

image Paulinha Abelha está no grau de coma mais profundo; uso excessivo de diuréticos pode ser a causa
Em entrevista coletiva, médicos esclarecem sobre o estado de saúde de Paulinha Abelha, vocalista do Calcinha Preta

Contudo, exames realizados em Paulinha Abelha não comprovaram que o uso dos remédios para emagrecer tenha causado lesões na artista.  A equipe médica que cuidava da vocalista do Calcinha Preta analisava também a possibilidade de uma “síndrome tóxico-metabólica”, ou seja, pode ser que uma substância ou algo circulando no corpo de Paulinha Abelha tenha causando várias inflamações renais

image Fãs e amigos iniciam 'jejum nacional' por Paulinha Abelha, do Calcinha Preta
A banda suspendeu a agenda de shows até 10 de março. Novo boletim informa que o quadro de saúde da cantora permanece 'em investigação clínica'.

Como os remédios usados por Paulinha para emagrecer são prejudiciais à saúde?

De acordo com os profissionais de saúde, Paulinha Abelha utilizava os medicamentos de forma supervisionada. No entanto, os remédios podem ter sobrecarregado o funcionamento do fígado e rins da cantora, causando complicações como intoxicação hepática e insuficiência renal. 

image Mulher aguarda para receber transplante de fígado após fazer uso de chá emagrecedor
Médica responsável pela paciente faz alerta para o perigo do uso de chás naturais

image Alerta: Uso indiscriminado de chás emagrecedores preocupa profissionais de saúde
Nutricionista dá cinco dicas para um emagrecimento saudável

E essa não é a primeira vez que uma mulher fica mal por buscar incessantemente pelo "culto à beleza".  Ainda no mês de fevereiro, uma mulher de São Paulo morreu, após ter sido diagnosticada com hepatite fulminante por usar um chá de emagrecimento. O produto, que era vendido em cápsulas, se dizia ser natural e continha várias ervas, como chá verde e carqueja, que são hepatotóxicas e causam danos ao fígado. 

(Estagiária Amanda Martins, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Celebridades
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA