Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Projeto musical revela novos talentos de Ananindeua

Pedrinho Cavalléro coordenou o primeiro “Novos Cantos”, álbum lançado em agosto deste ano, que deve ganhar um segundo volume em 2022

Daleth Oliveira


Talentos musicais conhecidos e ainda desconhecidos do grande público fazem parte do Projeto Novos Cantos, um álbum com dez faixas compostas, interpretadas e produzidas por artistas de Ananindeua, cidade da Região Metropolitana. A obra está disponível em todas as plataformas digitais desde que foi lançada, em agosto deste ano, e deve ganhar uma segunda edição, garantem os organizadores.

Andréa Cavaléro foi quem teve a ideia de gravar o disco. Para a produtora musical, o objetivo sempre foi dar mais visibilidade aos artistas da cidade. “O projeto nasceu com o objetivo de divulgar novos artistas do município de Ananindeua que, apesar de estar próximo de Belém, ainda há dificuldade de se ter uma participação desses artistas no mercado da capital para divulgação dos seus trabalhos”, conta.

“O Novos Cantos foi criado como ferramenta para possibilitar a gravação de dez músicas de compositores, gravada em estúdio profissional e com músicos de gravação, arranjador e diretor, todos residentes do município. Em 2022, pretendemos com o projeto oportunizar a mais dez artistas, pois reconhecemos que ainda há muito a conhecer, explorar e divulgar os artistas nas suas mais diversas vertentes que estão entre os moradores de Ananindeua”, afirma Andrea.

Para integrar o projeto, os artistas passaram por uma seleção feita por meio de edital em janeiro deste ano, com etapas como inscrição e avaliação das composições. O cantor e compositor paraense Pedrinho Cavalléro, foi quem coordenou todo o processo.“Todo o trabalho foi realizado no município, incluindo estúdio e a equipe de gravação formada por diretor, técnicos e produtores. Durante a execução, conhecemos novas pessoas com talentos incríveis e temos certeza de que ainda tem muito mais para conhecer. Ananindeua é um celeiro de gente talentosa!”, declara.

Um dos selecionados foi a compositora e intérprete Cleuma Rodrigues (Divulgação)

Para o artista, são necessárias mais políticas públicas capazes de incentivar o crescimento do setor na região. “Em Belém, temos as leis municipais Tó Teixeira e Guilherme Paraense. No Pará, temos a lei Semear. Já em Ananindeua, tem uma lei de incentivo à cultura, Nonato Sanova; entretanto, nunca foi bem utilizada. Essas leis são importantes pois revertem impostos públicos em cultura, e então nascem projetos como o Novos Cantos”, finaliza.

Talento que nasceu em Ananindeua

Um dos selecionados foi a compositora e intérprete Cleuma Rodrigues, com a composição “Mar de Solidões”. “Ela foi composta em 1996. Ela foi uma das minhas primeiras obras autorais, estava começando a compor. Ela é um bolero, mas como queria ser cantora de brega, a guardei. Então quando soube do projeto, achei que seria ótima a oportunidade de finalmente lançá-la”, conta.

Com 26 anos de carreira, Cleuma afirma que ficou muito feliz em ser selecionada  no projeto e ter sua composição premiada. Para ela, iniciativas como essas dão o apoio necessário para continuar vivendo de música.

Andréa Cavaléro foi quem teve a ideia de gravar o disco (Divulgação)

Com mais de 30 canções registradas, ela relata que a maioria de suas composições são baseadas em histórias reais. "Às vezes elas nascem de minhas experiências, já outras, de relatos de amigos e familiares. Essa canção do projeto, por exemplo, na época que escrevi, meu pai era motorista de ônibus, viajava muito em trabalho e por isso ficava semanas fora de casa. Por isso, sempre via minha mãe com saudade dele. Essa foi minha inspiração”, descreve a compositora.

O projeto, que resultou no CD, foi selecionado pelo Edital de Música da Lei Aldir Blanc Pará, iniciativa do Governo do Estado que surgiu com o objetivo de ajudar trabalhadoras e trabalhadores da Cultura bem como espaços culturais brasileiros no período de isolamento social, ocasionado pela pandemia da covid-19.

Veja as músicas que compõem o projeto, compositores e intérpretes:

1- Mar de solidão - compositora e  intérprete: Cleuma Rodrigues
2- Ajuruteua - compositor e intérprete: Léo Tocantins
3- Abismo -  compositores: Marlon Castro e Guilherme Guerreiro Neto e intérprete: Mariza Black
4- Vem me enlouquecer - compositores: Ubervox, Marcus Lima e Thiago Santos e intérprete: Uber Vox;
5- Flor Canção - compositor e intérprete Carlos Bronsom
6- Dona da Maré - compositora e intérprete: Carmem Peniche
7- O Amor - compositor e intérprete: Rogério Brito
8- Mãe do Rio - compositor: Neuton Filho e intérprete: Suellen Bastos
9 - Epicentro da Dor - compositor e intérprete: Fábio Fonseca
10- No pen drive do meu carro - compositores e intérpretes: Manoel Teixeira e Jorge Benner

 

Palavras-chave

Diversão & Lazer
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS DE ANANINDEUA

MAIS LIDAS EM ANANINDEUA