CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X
logo jornal amazonia

Refém na Augusto Montenegro: depoimento do motorista ajudou a entender o crime, diz delegado

O delegado Adriano Izidio disse que o automóvel, onde as vítimas foram mantidas reféns, passará por perícia nesta sexta-feira (10)

O Liberal
fonte

O motorista de aplicativo e dono do automóvel onde quatro pessoas foram mantidas reféns na avenida Augusto Montenegro, no bairro da Marambaia, em Belém, prestou depoimento à Polícia Civil. O proprietário do veículo, que não teve o nome revelado, foi ouvido ainda na tarde desta quinta-feira (9) na seccional do mesmo bairro onde o crime ocorreu.

Ana Júlia de Sousa Brito, 26 anos, foi mantida em sequestro por Yann Carlos Monteiro Barroso, de 27, durante 17 horas, junto com os dois filhos, 9 e 7 anos, e a filha pequena, 3, desde a noite de quarta-feira (8). O coronel e comandante da Polícia Militar, Dilson Júnior, informou que foi a negociação mais longa da história do Pará. Para a Polícia Civil, a intenção de Yann Carlos era assaltar o carro.

VEJA MAIS

image Refém na Augusto Montenegro: intenção de Yann era assaltar família e motorista, diz delegado
O delegado Adriano Izidio disse que veículo onde as vítimas foram mantidas reféns foi apreendido e será periciado nesta sexta-feira (9)

image Refém na Augusto Montenegro: ‘Ela não foi ouvida e está muito abalada’, diz delegado sobre vítima
Muito abalada, a mãe das crianças, Ana Júlia Sousa, de 26 anos, ainda não prestou depoimento à Polícia Civil

image Yann Carlos, autor do sequestro de 17h, está internado, intubado e sem previsão de alta
A informação foi dada por familiares dele.

Segundo o delegado Adriano Izidio, que está a frente das investigações, o dono do automóvel foi essencial para entender como todo crime ocorreu. 

“Nós fizemos a oitiva do motorista de aplicativo e ele revelou para gente toda dinâmica do que aconteceu. (...) foi solicitada uma viagem para a Ana Júlia e no momento que ela foi ingressar no veículo, ele (Yann) entrou junto com ela a pressionando para dentro do veículo, já utilizando uma faca. Teve uma discussão do veículo, que ficou parado o tempo todo. Após o Yann dar voz de assalto e ameaçar violentamente todas as pessoas do carro, inclusive, apontando a faca para o motorista", detalhou.

image Refém na Augusto Montenegro: negociação foi a mais longa até hoje no Pará, diz PM
A informação foi confirmada pelo coronel Dilson Júnior, comandante da Polícia Militar do Pará, durante uma entrevista coletiva, na tarde desta quinta-feira (9)

image Refém na Augusto Montenegro: após atendimento médico, vítima vai prestar depoimento à PC
Ana Júlia de Sousa Brito, 26 anos, ficou por 17 horas dentro de um carro sendo refém de Yann Carlos Monteiro Barroso e segue para a delegacia

image Pai de Yann joga banana e grita com ex-companheira do sequestrador: 'A culpa é tua'
Logo após Yann Carlos se entregar à polícia, o pai dele, nervoso, discutiu na rua.

Motorista conseguiu chamar atenção para o veículo

Antes de fugir do carro, o motorista também teria conseguido chamar a atenção das autoridades policiais para o veículo, detalhou ainda o delegado. "O condutor conseguiu desligar o veículo, buzinar e fazer sinais com o farol para a PM que estava próxima. Os policiais perceberam que havia uma situação estranha ali. Ele (motorista de aplicativo) tirou as chaves do carro e saiu dali e conseguiu chamar os policiais. No exato momento que os PMs foram fazer a abordagem já para neutralizá-lo, ele (Yann) ameaçou a vítima (Ana Júlia) e colocou a faca contra o pescoço dela. Por conta disso, os policiais escolheram retrair e esperar que ele se acalmasse um pouco, porque estava muito agressivo, xingando bastante”, disse Izidio.

O veículo, um Chevrolet Prisma preto, onde as vítimas foram mantidas reféns, foi apreendido pela PC e será períciado na sexta-feira (10), conforme dito pelo delegado Adriano.

Veja um dos momentos tensos durante a negociação:

Veja imagens da ação envolvendo reféns que durou mais de 17 horas:

Refém na Avenida Augusto Montenegro

Tia de Yan alegou que ele não é criminoso:

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Polícia
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA