Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Criminosos invadem Instagram de designer paraense e aplicam golpes do falso investimento via Pix

O caso foi registrado na Delegacia de Combate a Crimes Cibernéticos

O Liberal

​A designer de unhas Thereza Silva, que mora em Belém, foi vítima de um golpe, nesta terça-feira (2), por meio da rede social Instagram. Ela teve a conta profissional (@therezaasilva) hackeada após clicar em um link enviado por um perfil desconhecido.

A partir daí, os seguidores de Thereza começaram a receber mensagens com falsas propostas de investimentos, via pix, que supostamente estariam sendo enviadas por ela.

Conta hackeada. (Reprodução/ Redes sociais)

“Eu recebi uma mensagem de um perfil e tinha um link. Eu aceitei, porque achava que era alguém querendo fazer curso comigo. Quando cliquei, deu um branco na minha tela e, na hora, eu perdi a minha conta profissional, com mais de 13 mil seguidores”, detalhou Thereza.

VEJA MAIS

Novo golpe do Pix no Pará promete retorno para investimentos falsos
Moradora de Icoaraci foi vítima de golpista e perdeu R$800

Golpe do Pix: como não cair?
Entenda detalhes do golpe que atingiu milhares de brasileiros

Pizzaria viraliza ao receber pix falso e entregar refrigerante e pizza ‘de mentira’ ao golpista
O dono do empreendimento com os funcionários mandaram entregar ao falso cliente uma pizza de massa seca e sem recheio com um refrigerante feito com suco e sal

“Várias pessoas receberam mensagem, acreditaram que realmente seria eu e começaram a fazer transferências. Agora essas pessoas estão me cobrando, pedindo o dinheiro do investimento de volta. Eu estou desesperada. Já fui até ameaçada. Algumas pessoas falaram que sabem onde eu moro. Ameaçaram de ir até a minha casa”, disse Thereza.

Segundo a designer, o prejuízo causado aos seus seguidores já ultrapassou os R$ 3 mil. “Eu não tenho como reembolsar essas pessoas, porque eu não recebi dinheiro nenhum”, afirmou. Thereza acredita que a pessoa que tomou posse de sua conta já vinha monitorando a rede social dela. “Estão falando com meus seguidores do mesmo jeito que eu costumo tratá-los”, observou.

'Sequestro do pix’: vítima fica 8h na mira de revólver e tem prejuízo de R$ 160 mil; entenda
O caso ganhou repercussão depois de um relato da arquiteta no Twitter

Golpistas se infiltram em grupo da família no WhatsApp e causam prejuízo de R$ 32,5 mil; entenda
Os investigados vão responder por associação criminosa, fraude eletrônica e lavagem de dinheiro

Maquiadora recebe golpe do 'pix falso' e expõe caso nas redes sociais
Mulher era acusada por outros empreendedores de realizar a mesma tática de calote



A designer procurou a Delegacia de Combate a Crimes Cibernéticos, onde registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) sobre o caso. “Tudo o que eu preciso é provar para as pessoas que essas mensagens pedindo dinheiro não partiram de mim e recuperar a minha conta profissional. É disso que eu vivo. Eu tenho dois filhos para criar. Moro de aluguel. Eu dou cursos pelo Instagram e essa é minha única fonte de renda”, explicou Thereza.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA