Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Corpo de mulher é encontrado com sinais de violência dentro de imóvel em Tailândia

O cadáver de Marinalva Barbosa foi achado por uma vizinha que sentiu falta dela e decidiu procurá-la

O Liberal

Moradores do bairro Vila Macarrão, em Tailândia, nordeste do Pará, foram surpreendidos com a morte de uma mulher identificada como Marinalva Barbosa na noite do último domingo (22). O corpo foi encontrado dentro da casa onde a vítima morava com perfurações que indicam que ela foi vítima de um homicídio. A Polícia Civil investiga o caso. As informações são do Portal Tailândia.

VEJA TAMBÉM

Vítima de abuso é encontrada morta em casa na tarde desta sexta (20/05)
O corpo de Nadir Cordeiro Gomes estava debaixo da cama, as primeiras análises indicam que a vítima teve morte violenta

Corpo de mulher é encontrado em decomposição, em Nova Marabá
Marido da vítima desaparecido há 20 dias é suspeito de assassinato

Corpo de mulher desaparecida em naufrágio é encontrado em Outeiro
A rabeta onde Fátima da Silva estava virou no último sábado nas proximidades da Ilha dos Pássaros, entre as Ilhas de Mosqueiro e Outeiro. Outras duas pessoas estavam na embarcação no dia do acidente, apenas uma sobreviveu

A morte de Marinalva só foi descoberta porque uma vizinha que sentiu falta dela decidiu procurá-la. Depois de tentar falar com a vítima sem sucesso, a mulher desconfiou e resolveu entrar no imóvel, onde encontrou o corpo já em estado de decomposição. O cadáver apresentava marcas de perfurações,  indicando que Marinalva foi morta de forma  violenta.

A Polícia Civil foi acionada e uma equipe foi até o local, onde avaliou que a vítima já estaria morta há mais de 24 horas e deu início às investigações. A Polícia Científica do Pará (PCP) foi acionada e fez a perícia criminal, removendo o corpo em seguida para o Instituto Médico Legal (IML) de onde será liberado para sepultamento.

Um inquérito foi instaurado pela Polícia Civil para investigar o caso e chegar ao autor do crime. Qualquer informação que possa ajudar a identificar o suspeito deve ser repassada às autoridades via Disque Denúncia (181) ou pelo Centro Integrado de Operações - Ciop (190). Não é necessário se identificar e a ligação é gratuita.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA