Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Casos de feminicídio sobem na Grande Belém desde o início do ano

Segup informou que de janeiro a outubro foram computadas nove ocorrências de feminicídio em Belém, e no mesmo período de 2020, foram três ocorrências

O Liberal

O ano nem acabou, mas a Grande Belém já tem um triste recorde batido: os casos de feminicídio aumentaram. Nas últimas semanas, Édrica Silva, que tinha apenas 19 anos, foi atingida por três tiros na noite de 11 de novembro. O principal suspeito, Edisandro de Jesus da Costa, de 32 anos, se entregou à polícia na tarde do dia 22.

VEJA MAIS

Adolescente é esfaqueada e morta pelo ex-namorado em seu próprio quarto  O supeito do crime de feminicídio é o namorado da vítima; família diz que ele não aceitava o fim do relacionamento

Autor de feminicídio no Pará é condenado a 15 anos de prisão Crime ocorreu em 2009, em Conceição do Araguaia, no sul do estado. Vítima era ex-companheira do feminicida.

Principal suspeito de feminicídio no Sideral se entrega às autoridades; saiba mais Familiares da vítima descobriram que Edisandro de Jesus da Costa é casado e havia escondido esse fato de todos

Homem mata esposa grávida a facadas e se esconde em árvore O suspeito confessou a autoria do crime após ser preso em flagrante

Feminicídio: Homem pode ter matado grávida para encobrir traição O suspeito possui passagem criminal por tráfico de drogas e está foragido

Há quase três meses, outro crime chocou a população. A jovem Geordana Natally Sales Farias, de apenas 20 anos, foi morta a facadas no dia 1º de setembro, na Cidade Nova, em Ananindeua. O crime foi em uma viela que liga a We-82 e a We-83. O responsável pelo crime foi preso. Lúcio Magno Quadros era ex-namorado da moça.

Desde 2015, assassinatos de mulheres cometidos em razão do gênero são reconhecidos juridicamente como feminicídio, isto é, quando a vítima é morta por ser mulher. Neste ano, a Lei do Feminicídio entrou em vigor determinando que, quando o homicídio é cometido contra uma mulher, a penalidade é maior.

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) informou que de janeiro a outubro foram computadas nove ocorrências de feminicídio em Belém, e no mesmo período de 2020, foram três ocorrências. Em Ananindeua, já foram registrados três feminicídios. Ano passado, foram quatro.

Queda no Estado

Em todo o Estado do Pará, no período de janeiro a outubro de 2020, foram registrados 58 ocorrências de feminicídio. Já em 2021, no mesmo período, foram 56 ocorrências, representando uma queda de quase 4%, informa a Segup.

Representantes de movimentos sociais se reuniram em um ato público organizado pela Frente Feminista do Pará na praça Felipe Patroni, na Cidade Velha (Ivan Duarte / O Liberal)

Manifestação

Na manhã da última quinta-feira (25), diversas representantes de movimentos sociais se reuniram em um ato público organizado pela Frente Feminista do Pará na praça Felipe Patroni, na Cidade Velha, em Belém. A iniciativa visou chamar atenção para as diversas violências sofridas pelas mulheres em território paraense e protocolar um pedido de audiência no Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) para discutir o problema.

A data escolhida para o manifesto faz alusão ao Dia Latino Americano pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, celebrado no dia 25 de novembro. "Essa é uma data simbólica para nós dos movimentos de mulheres, movimentos feministas, porque é uma data que marca um dia de luta mundial internacional contra a violência doméstica e sexual contra as mulheres. E a gente, da Frente Feminista, veio aqui para dizer não à violência contra as mulheres, que foi algo que aumentou durante a pandemia", explica Eunice Guedes, integrante da comissão organizadora do evento e da Frente Feminista e do Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA