Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Feminicídio: Homem pode ter matado grávida para encobrir traição

O suspeito possui passagem criminal por tráfico de drogas e está foragido

O Liberal

Larin Kathleen Oliveira da Silva estava desaparecida desde a última sexta-feira (12) e foi encontrada morta na segunda-feira (15). O caso de feminicídio chocou a zona rural de Bandeirantes (PR). O suspeito foi identificado pela Polícia Civil como Fernando Amaro de Oliveira, ex-namorado dela, que agora é considerado foragido. Contra o homem foi emitido um mandado de prisão preventiva nesta quarta-feira (17). As informações são do jornal O Globo.

VEJA MAIS

Mais um caso de feminicídio motivado por resistência à separação é registrado na capital Vítima foi morta a facadas pelo ex-companheiro

Vítima de feminicídio no Sideral falou sobre perdão dois dias antes de ser assassinada Édrica Moreira, de 19 anos, morreu na manhã desta segunda-feira (15), após ter sido baleada pelo ex na última quinta-feira (11)

Militar suspeito de matar ex-namorada em Belém segue foragido Edisandro de Jesus da Costa, de 32 anos, é 3º sargento do Exército Militar Brasileiro

Horas após o desaparecimento da vítima, o suspeito passou a madrugada de sábado (13) em uma festa com a atual namorada. O estado do corpo quando foi encontrado aponta para a possibilidade que a jovem, que estava grávida, já estivesse morta naquele momento.

O delegado responsável pela investigação do caso, Michael Araújo, afirmou que a vítima teria engravidado de Fernando em um encontro que eles tiveram há cerca de 4 meses, quando o relacionamento deles - que terminou há cerca de um ano - já havia terminado. Quando a jovem morreu, Fernando já estava comprometido com outra mulher.

“Ela [Larin] ficou grávida, segurou a informação durante um tempo. Há um mês, revelou para o Fernando que o filho era dele, mas ele não queria o nascimento desse filho. Era uma gravidez indesejada por esse suposto pai, que queria que ela abortasse e comprou medicamentos”, detalhou o delegado.

No entanto, a vítima se recusou a abortar e afirmou que teria o filho mesmo contra vontade do ex-namorado e pai do bebê. Por volta das 19h de sexta-feira, sua família registrou um boletim de ocorrência pelo desaparecimento da jovem.

“Ficamos o fim de semana todo fazendo diligências”, informou Araújo. A hipótese inicial era que a jovem tivesse sido forçada a passar por um procedimento abortivo em alguma clínica da região. Porém, depois que o corpo foi localizado, o curso da investigação mudou. O corpo estava numa área de mata, já em estado avançado de decomposição, com uma perfuração abaixo do seio. O cadáver foi removido para o Instituto Médico Legal para que a causa da morte pudesse ser determinada e para verificar se o feto foi removido durante o homicídio.

“Estávamos investigando o desaparecimento dela, mas agora trata-se de um feminicídio”, ressaltou o delegado.

Os investigadores já realizaram apreensões relacionadas ao suspeito e colheram depoimentos dos parentes e amigos da vítima.

A polícia também localizou imagens de câmeras de segurança que mostram a vítima no dia de seu desaparecimento. Os agentes buscam outros vídeos com o caminho feito pelo ex-namorado da jovem. Eles também estão atrás de testemunhas.

“O Fernando não foi localizado para intimação, então representamos o pedido de prisão preventiva, e o mandado saiu há poucos instantes. Ele é considerado foragido”, acrescentou Araújo. O suspeito possui passagem criminal por tráfico de drogas. “Até o momento ele é o único suspeito, contudo, nós levamos em consideração que ele teve a colaboração de uma pessoa para o crime. A namorada dele ainda será ouvida, mas ela nega qualquer envolvimento”, completou o delegado.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL