Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cametá: mulher mata ex-companheiro a facadas após discussão por pensão alimentícia

Segundo a polícia, Rafael Caldas da Costa já teria ao menos cinco anotações criminais, inclusive por violência doméstica, uma vez que supostamente ele batia muito em Bruna, quando ainda estavam juntos. Ela, inclusive, teria uma medida protetiva contra Rafael

O Liberal

Rafael Caldas da Costa foi assassinado com uma facada no peito, na madrugada desta segunda-feira (15), em Cametá, no nordeste paraense. A suspeita do crime é a ex-companheira dele, identificada como Bruna Silva. Ela foi presa horas após o assassinato e encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, acompanhada de uma advogada.

De acordo com a polícia, Bruna teria abordado Rafael no momento em que ele havia acabado de sair de uma festa para cobrar o pagamento da pensão alimentícia do filho do casal.

VEJA MAIS

Duas pessoas são mortas a facadas em Tailândia, no nordeste do Pará
Um dos crimes aconteceu por volta de 23h de quinta-feira (11) e o segundo às 1h40 do dia seguinte. Ambos os casos seguem investigados pela polícia

Corpo com marcas de facadas é encontrado em porta de bar de Novo Progresso
O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que realiza diligências para levantar mais informações sobre o ocorrido. Ninguém foi preso até o momento

Rafael teria dito que esse assunto seria resolvido perante à justiça. A suspeita, então, teria puxado uma faca com a qual desferiu um golpe na altura do peito de Rafael. Ele caiu ao chão e foi socorrido por pessoas que passavam pelo local, detalhou a polícia.

O homem foi levado, inicialmente, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cametá. Porém, devido à gravidade da perfuração, precisou ser transferido para o Hospital Regional de Cametá, onde não resistiu e morreu.

Suspeito de matar homem a facadas é preso em Uruará
O crime teria acontecido na noite de sábado (7) para domingo (8). O suspeito preso tinha mandado de prisão expedido pela Justiça de Anapu por tentativa de homicídio

População encontra corpo de homem morto a facadas em Uruará
O corpo de José Batista Silva Nis, de 38 anos, foi encontrado na margem de um córrego próximo ao cemitério velho, na região sul da cidade

Segundo a polícia, Rafael já teria ao menos cinco anotações criminais, inclusive por violência doméstica, uma vez que supostamente ele batia muito em Bruna, quando ainda estavam juntos. Ela, inclusive, teria uma medida protetiva contra Rafael.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA