Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Transtornos: chuvas no nordeste do Pará causam interrupção de estradas

Estradas que dão acesso para Capanema, Santa Luzia do Pará, Cachoeira do Piriá e entre outros municípios romperam em decorrência da chuva

Bruna Lima

Uma forte chuva causou estragos na malha viária de alguns municípios do nordeste paraense. Além de alagamentos em algumas regiões, a força da água provocou rachaduras e o rompimento da cobertura asfáltica em várias estradas. No município de Capanema, um trecho da BR-316 que liga o município à Santa Luzia do Pará, ficou isolado após o rompimento de uma ponte. Dois outros pontos afetados foram a PA-242, que dá acesso aos municípios de Igarapé-Açu e Nova Timboteua, e a PA-324, que leva à Salinópolis e Santa Maria, que tiveram trechos interrompidos.

VEJA MAIS

Chuvas deixam cerca de 300 famílias desabrigadas em Ourém; Governo anuncia medidas de assistência
Ourém foi o município mais afetado. Há estradas vicinais e estaduais bloqueadas

Chuvas fortes provocam interdição na BR-316 e alagamentos no nordeste estadual
Houve inundações em ruas e casas de Castanhal, Santa Maria, Capitão Poço e Ourém

Pará decreta situação de emergência por conta de chuvas que afetam o nordeste paraense
Governo do Estado confirmou estado de emergência em toda a região e medidas para atender municípios

Kleverton Reis, que é morador de Nova Timboteua e trabalha como repórter na região nordeste do Estado, informou que a população dessas áreas está impossibilitada de se deslocar de uma cidade para outra. "A situação está bem complicada, já que em todas essas áreas há um tráfego intenso, principalmente de carretas. Temos informação de que as prefeituras desses municípios estão buscando alternativas que possibilitem o escoamento do tráfego", destacou.

Entre os municípios mais prejudicados pelas fortes chuvas estão: Ourém, Santa Luzia do Pará, Cachoeira do Piriá, Capanema, Igarapé- Açu, Nova Timboteua, São Francisco do Pará, Santa Maria do Pará e Peixe-Boi.

Estrada sobre o Rio Caeté foi quebrada pela própria população como forma de evitar danos em residências

O prefeito do município de Santa Luzia do Pará, Adamor Aires, falou com oliberal.com e disse que o rompimento da ponte sobre o Rio Caeté, no Km- 14 da BR-316, é o maior problema diante dos alagamentos e rompimentos de outras vias, uma vez que a estrada é a que dá acesso para importantes cidades do Pará e também que dá acesso para o nordeste do país, por meio da via Pará- Maranhão.

O prefeito esclareceu que pelo menos há três anos o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) vem sendo acionado pela prefeitura de Santa Luzia para informar sobre rachaduras na via e também sobre tubulações entupidas, que passam pela ponte. As fortes chuvas já causaram fortes estragos para a população.

VEJA MAIS

Técnicos do Dnit chegam a Santa Luzia do Pará para iniciar trabalhos em ponte interditada
O trecho está interrompido por causa das fortes chuvas que caem no nordeste paraense

Moradores de Ourém usam canoa para escapar de enchente e cheia do Rio Guamá
Cerca de 400 famílias estão desalojadas e três desabrigadas

Passageiros ficam retidos na divisa entre Maranhão e Pará; empresa suspende Belém de rota
A companhia afirmou que a viagem foi interrompida em função das más condições da BR-316, provocadas pelas fortes chuvas que atingiram o Estado

"Diversas famílias já perderam suas casas e seus comércios em decorrência desse problema das chuvas e, principalmente, com essa questão das tubulações entupidas. Com essa chuva do final de semana, a  população da Vila do Km 18 que, por iniciativa própria, teve que quebrar a pista da BR-316, para facilitar o escoamento das águas represadas, em face do entupimento dos tubos embaixo da pista de rolamento" explicou o prefeito.

Com a estrada intrafegável, o prefeito acionou o governador do estado, Helder Barbalho, e alguns deputados para que entrem em contato com o Dnit e providências sejam tomadas. O prefeito disse que até a tarde de domingo não se deparou com nenhuma ação direta do Dnit, só teve a resposta de que providências serão tomadas.

O prefeito acrescentou que por parte do governo do estado já chegaram no município de Santa Luzia agentes da Secretaria de Transporte do Estado para providenciar rotas alternativas como forma permitir que pessoas e veículos deem continuidade com o tráfego na região.

"Essa situação toda gera prejuízo de todas as ordens, são elas: econômicas, de serviços, de saúde pública e demais outras, pois imagina uma estrada que dá a acesso não apenas para o estado, mas para outra região do país ficar intrafegável. A gente espera que uma solução urgente seja dada pelo Dnit, que é o órgão competente", esclareceu o prefeito de Santa Luzia.  

*Matéria em atualização

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ