Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Moradores de Ourém usam canoa para escapar de enchente e cheia do Rio Guamá

Cerca de 400 famílias estão desalojadas e três desabrigadas

Patrícia Baía

Os municípios do Nordeste paraense têm sofrido com as fortes chuvas que elevaram o nível dos rios da região. Um dos casos mais críticos é o de Ourém, onde cerca de 400 famílias estão desalojadas e três desabrigadas morando em igrejas. Um morador da área enviou para a reportagem fotos e vídeos que mostram os grandes alagamentos registrados na manhã desta segunda-feira (23).

VEJA MAIS

Transtornos: chuvas no nordeste do Pará causam interrupção de estradas
Estradas que dão acesso para Capanema, Santa Luzia do Pará, Cachoeira do Piriá e entre outros municípios romperam em decorrência da chuva

Passageiros ficam retidos na divisa entre Maranhão e Pará; empresa suspende Belém de rota
A companhia afirmou que a viagem foi interrompida em função das más condições da BR-316, provocadas pelas fortes chuvas que atingiram o Estado

Técnicos do Dnit chegam a Santa Luzia do Pará para iniciar trabalhos em ponte interditada
O trecho está interrompido por causa das fortes chuvas que caem no nordeste paraense

No bairro do Pantanal, moradores relatam que, desde o último domingo, 22, estão deixando suas casas de canoa para se abrigar em casas de parentes e amigos. Foi uma das áreas mais atingidas pelas chuvas do fim de semana. Com o nível do rio Guamá bastante elevado, a orla da cidade também está alagada.

Bairro Pantanal, em Ourém (Foto: Gilberto Oliveira)

O prefeito do município, Roberto montou um gabinete de crise com a ajuda da Defesa Civil e da Secretaria de Assistência Social do Estado (Seaster) para fazer o monitoramento da situação e o cadastro das famílias que precisam ser alojadas. 

“Nesse momento estamos unindo esforços para ajudar todas essas famílias do Pantanal e algumas do bairro do Souza. Também estamos dando assistência aos moradores da vila Nazaré que pertence ao município de Capitão Poço, mas que fica mais próximo de Ourém. A ponte que liga a vila a Capitão Poço foi levada pela correnteza”, disse o prefeito Roberto Uchoa.

VEJA MAIS

Pará decreta situação de emergência por conta de chuvas que afetam o nordeste paraense
Governo do Estado confirmou estado de emergência em toda a região e medidas para atender municípios

Chuvas fortes provocam interdição na BR-316 e alagamentos no nordeste estadual
Houve inundações em ruas e casas de Castanhal, Santa Maria, Capitão Poço e Ourém

Chuvas deixam cerca de 300 famílias desabrigadas em Ourém; Governo anuncia medidas de assistência
Ourém foi o município mais afetado. Há estradas vicinais e estaduais bloqueadas

O comércio e a feira da cidade estão funcionando normalmente, porém as aulas foram suspensas por tempo indeterminado. “Na zona rural as escolas estão totalmente alagadas, assim como algumas aqui no Centro da cidade. As estradas estão sem condições de passar os ônibus escolares para fazer o transporte de alunos e professores”, contou o prefeito.

Morador de Ourém, Gilberto Oliveira, que mandou as fotos e os vídeos par aa redação, contou que nunca viu o município em uma situação assim. “Um inverno muito longo e rigoroso que estamos passando. Com isso, a população está sofrendo, principalmente a mais pobre que mora no Pantanal”, enfatizou. 

Capanema 

No município de Capanema, também no nordeste paraense, somente alguns pontos próximos a canais alagaram durante as chuvas, mas logo depois a água escoou. A situação complicou na zona rural nas comunidades localizadas próximas a PA-448, com explica o prefeito do município, Chico Neto.

VEJA MAIS

Transtornos: chuvas no nordeste do Pará causam interrupção de estradas
Estradas que dão acesso para Capanema, Santa Luzia do Pará, Cachoeira do Piriá e entre outros municípios romperam em decorrência da chuva

Mês de maio será de muitas chuvas em Belém
Segundo o boletim climático da Semas, maio será chuvoso na capital paraense, assim como aconteceu em abril.

“As estradas vicinais são de chão batido e vira tudo lama. Temos 60% das comunidades rurais servidas por essas estradas. Porém, estamos esperando as fortes chuvas cessarem para podemos dar continuidade às obras que já foram sinalizadas pelo Governo do Estado”, explicou.

Chuvas no fim de semana

No último fim de semana, uma forte chuva causou estragos na malha viária de alguns municípios do nordeste paraense. Além de alagamentos em algumas regiões, a força da água provocou rachaduras e o rompimento da cobertura asfáltica em várias estradas.

No município de Capanema, um trecho da BR-316 que liga o município à Santa Luzia do Pará, ficou isolado após o rompimento de uma ponte. Dois outros pontos afetados foram a PA-242, que dá acesso aos municípios de Igarapé-Açu e Nova Timboteua, e a PA-324, que leva à Salinópolis e Santa Maria, que tiveram trechos interrompidos.

Setran

Em nota divulgada na tarde desta segunda-feira (23), a Secretaria de Estado de Transportes (Setran) informou que já foi restabelecido o tráfego em trechos das PA-124 e PA-251.

"Foi reforçada, ainda, a manutenção nos trechos das PAs 251 e 253, que estão recebendo grande fluxo em consequência do desvio feito no trecho da rodovia BR-316. Nesta segunda-feira serão intensificadas ações na PA-124 e na PA-242", detalhou a nota.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ