Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Rapper de Castanhal é destaque na cena musical brasileira

O castanhalense é um dos mais novos artistas do Pará a fazer parte da gravadora Warner Music Brasil e em parceria com o selo paraense Psica Gang

Patrícia Baía

Um jovem sonhador, pé no chão e com muita vontade de vencer na carreira artística que escolheu: a música. Assim é o Weverton Júlio Araújo de Souza, de 20 anos, mais conhecido na cena musical paraense como Kratos. O castanhalense é um dos mais novos artistas do Pará a fazer parte da gravadora Warner Music Brasil, em parceria com o selo paraense Psica Gang.

VEJA MAIS

Jovens encontraram no rap a forma de sonhar e ganhar a vida
Dia 6 de agosto é marcado pelo dia do rap no Brasil, um gênero musical que faz parte da cultura hip hop

Ícone do rap, Kendrick Lamar lança novo álbum após cinco anos; ouça 'Mr. Morale & The Big Steppers'
Em novo disco, rapper conta com participações de Sampha, Amanda Reifer, Baby Keem, Taylour Paige e mais

'A Vida Me Ensinou A Caminhar': MV Bill revisita a própria história em novo livro
Em espécie de autobiografia, uma das vozes mais importantes do rap nacional mergulha em suas raízes

O rap é o estilo de música que define o artista que foi na contramão de todas as influências sonoras, principalmente da região nordeste paraense como o forró, arrocha, tecnobrega e outras na mesma vibe. “Eu nunca tive essas influências porque desde criança escuto rap, rock, funk, porém o forró e outras músicas nunca me influenciaram, mesmo sendo o que mais se escuta em Castanhal. Mas essa cena musical acaba limitando os shows e apresentações. O mercado mesmo fica mais voltado para Belém onde consigo ter uma agenda de shows porque lá tem tecnobrega, mas também tem rap, funk e todos os estilos”, disse Kratos.

O artista começou a carreira em 2018 nas batalhas de MCs que aconteciam todas as terças à noite na praça do Cristo Redentor. Na época, Kratos estava com 16 anos e era muito tímido. “Eu ia de bicicleta do Milagre (bairro onde mora) para lá e foi assim que eu perdi a minha timidez. Nessa época eu tinha pensado em usar o nome Young Black (jovem negro), mas não pegou. Foi então que pensei em Kratos, que é um personagem de um jogo e significa ‘deus da guerra’”, contou o artista.

Quatro anos depois o jovem tímido deu lugar a um artista que atualmente reúne mais de 30 músicas lançadas, um EP com cinco faixas que foi lançado em 2021, o “Tinha Que Ser Preto”, e que já acumula milhares de visualizações nas plataformas digitais, como o Spotify, e no canal do Youtube do artista. Um dos trabalhos mais novos é o clipe da música “Sem apego”.

A versatilidade e o apreço por batidas pesadas são características do rapper. “Em todas as minhas músicas, eu tento deixar uma mensagem de superação e de prosperidade. E quero ao mesmo tempo mostrar para o público minha versatilidade como artista e poder falar de amor também, mas nunca deixando de lado minha essência e do meu papel como artista preto, nortista e morador da periferia, que é o bairro do Milagre”, contou Kratos.

Mari Fernandez participa de batalha de rap em mistura com piseiro; assista
Cantora trava duelo de rimas contra WinniT, em episódio da série 'Arena'

Série audiovisual explora novas cenas musicais das periferias de cinco capitais brasileiras
'Embrazado.mp4' tem episódio dedicado a Belém do Pará, onde mostra as mulheres do rap

Jogador de futebol, rapper e professor de educação física

“Antes de tudo eu queria ser jogador de futebol. Fui com o time J9 de Santa Izabel para Minas Gerais e não deu certo. Tentei três vezes e desisti. Nessa época eu já estava fazendo o convênio (terceiro ano) e percebia que todos os colegas já sabiam o que queriam fazer e eu comecei a pensar o que era que eu queria”, contou Kratos.

Foi então que escolheu o curso de educação física. “Eu já gostava de musculação e seria também uma oportunidade de adaptar o curso ao futebol porque eu poderia ser um treinador, mas eu fiz o Enem e não passei”, contou o jovem artista.

Mas Kratos não desistiu. Começou a trabalhar na padaria da tia, onde sua mãe também trabalha, para ajudar a família a pagar a sua faculdade. “Entrei com o meu irmão na faculdade e ajudamos a minha mãe a pagar os estudos. Mas educação física é meu plano B porque sempre é bom o cara ter uma formação. Meu plano principal mesmo é a música”, disse.

Para a família, Julinho

“O Julinho foi sempre cheio de arte desde pequeno. Ele quebrava as coisas”, contou Luz Araújo de Souza, mãe do artista.

A dona Luz é uma das maiores apoiadoras e incentivadoras do filho, a quem ela chama carinhosamente de Julinho. Os olhos de mãe brilham quando ela fala da admiração e orgulho que tem do filho. Julinho é o filho do meio. O mais velho é Welington Júnior, de 27 anos e a caçula é Manoela Cristina, de 11 anos.

“Eu sempre trabalhei muito. Já trabalhei em casa de família e desde que o meu mais velho nasceu que eu estou no ramo da padaria. E as pessoas sempre falavam para eu ter cuidado com eles porque eu passava muito tempo fora de casa e eles ficavam sozinhos e podiam ‘não prestar’, mas graças a Deus eles nunca me deram trabalho ou desviaram do caminho”, disse a mãe do Julinho.

O diálogo sempre foi a base do relacionamento entre mãe e filhos. Dona Luz conta que sempre está atenta às necessidades dos filhos e não permite que eles esmoreçam. “Eu sou aquela mãe que cobra. Quando chego em casa à noite pergunto o que está acontecendo com eles, se estiver algum amigo em casa pergunto quem é. A gente ora, conversa e até briga. Quando estão de baixo astral eu digo para não deixar entrar a depressão e estou sempre incentivando”, contou.

A parceria entre o selo Psica Gang e Warner Music Brasil

O grupo de artistas da Psica Gang passou a integrar o elenco da Warner Music Brasil. Na prática, a multinacional vai distribuir os lançamentos dos artistas nortistas nas plataformas de música como Spotify e Deezer. Com a influência de uma gravadora de nível nacional e internacional, os artistas possuem mais probabilidades de surgir em playlists dos aplicativos.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ