Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Julho em Salinas: próximos finais de semana devem ser ainda mais movimentados

Comerciantes e autoridades já sentiram maior fluxo, mas procura pelo balneário ainda deve aumentar

Fernando Assunção

O fluxo foi grande neste segundo final de semana de julho na praia do Atalaia, em Salinas, no Nordeste do Pará. Segundo comerciantes e autoridades, a movimentação foi maior do que no primeiro final de semana, 1 a 3 de julho, mas a projeção é unânime: movimento deve ser superior a partir da segunda quinzena do mês. Isso porque, para a metade e início do mês, estão previstos grandes eventos de verão no balneário.

VEJA MAIS

Rádio Liberal realiza blitz de verão na praia do Atalaia
Ação distribuiu sacolas biodegradáveis para despejo de resíduos sólidos

Verão em Salinas: banhistas movimentam a praia do Atalaia neste sábado
A grande movimentação no segundo fim de semana de julho animou comerciantes do município de Salinópolis

“Pé na Areia” é lançado com festa para influenciadores
Festival do verão de salinas terá mais de 30 atrações em três semanas de julho, como João Gomes, Sorriso Maroto e Dub Dogz.

Entre os comerciantes, seja do cenário formal ou informal, o sentimento é de recuperação econômica depois da pandemia e esperança. Ednaldo dos Santos Nascimento, vendedor há mais de 20 anos de artigos em geral de praia, estava animado. Ele contou que saídas de praia, brinquedos, canecas térmicas e até redes são os produtos que mais vendem. Depois de passar por anos difíceis em razão dos efeitos da covid-19, ele espera que nos próximos finais de semana consiga garantir a renda para se sustentar até o próximo feriado. 

“Foi bem crítico, cheguei ao ponto de decretar falência, mas deu uma melhorada depois. As vendas foram bastante comprometidas, com a falta de pessoas nas praias, porque a gente depende dos clientes de fora, de Belém. Mas depois da tempestade, vem a bonança. O movimento foi melhorando e, com certeza, vai aumentar ainda mais. Espero que, com minhas vendas, consiga me manter pelo resto de 2022, até os feriados de final de ano”, disse.

A expectativa para a segunda quinzena é compartilhada pela Célia Flexa Pimenta, dona de uma loja de artigos moda praia, que também passou por maus bocados. Ela conta que ainda não percebeu uma melhora significativa nas vendas, até por causa do aumento da concorrência: “Acho que também é reflexo da pandemia, com o aumento do desemprego, cresceu o número de vendedores de moda praia”, constatou.

Mas a esperança é que a partir da próxima sexta (15), o movimento na loja melhore. “Abrimos a loja em outubro de 2019. Nos primeiros meses, foi muito bom, gratificante, peguei aquela movimentação de final do ano. Mas nos últimos anos vem sido mais dificultoso. A nossa expectativa é que melhore do dia 15 em diante, com as festas, mais atrações, estamos precisando que venha bastante pessoas. O verão vai ser quente”, brincou.

Isaías Araújo Cravo, vendedor ambulante de óculos de sol há cerca de 30 anos na praia do Atalaia, também se recupera do momento mais crítico. “Com a pandemia, ficou um pouco apertado para a gente que trabalha nesse ramo, mas agora está dando para levar. Dois anos de crise, uma peleja grande, mas que graças a Deus conseguimos vencer. Esse final de semana está ainda mais movimentado que o primeiro, e a gente espera boas vendas, principalmente a partir do dia 15”, diz.

De acordo com o agente Ivan Feitosa, coordenador de Operações de Trânsito do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran), a movimentação vem em uma crescente em Salinas. “O fluxo maior já foi demonstrado no primeiro final de semana. Esse segundo já está movimentado e, assim por diante, até o final do mês, a gente espera que a movimentação aumente, inclusive em razão de algumas festas que vão acontecer”, destacou.

Operação garante maior segurança ao longo dos finais de semana de julho

Como já ocorre há quatro anos em Salinas, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) montou, no final de semana passado, o Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). O objetivo é garantir maior tranquilidade e entretenimento seguro aos veranistas que se deslocam para o balneário. Participam da ação o Corpo de Bombeiros, Defensoria Pública, Departamento de Trânsito do Estado (Detran) e as polícias Científicas, Militar e Civil participam de toda atuação. A operação terá mais de 260 viaturas, seis aeronaves e três embarcações. 

Segundo o Tenente Coronel Glauco, supervisor pela Segup da ação, diz que, por enquanto, o cenário é de tranquilidade na praia do Atalaia. “Ainda está tranquilo nesses primeiros finais de semana, só as ocorrências de praxes dos órgaos, nada de anormal. As operações que montamos estão voltadas prevendo os próximos finais de semana, inclusive a questão do som automotivo, temos o patrulhão todas as, avaliações das tábuas de maré, serviços nas festas, etilômetro, transito age na área dele, enfim, a gente vai atuando dessa forma”, disse.

Palavras-chave

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ