EU REPÓRTER

Clique aqui e mande sua história ou denúncia e ela poderá ser transformada em notícia. Aqui é Jornalismo Colaborativo!

Postos de saúde de Belém estão sem vacinas BCG, alega denúncia

O imunizante, que protege contra a tuberculose, enfrenta desabastecimento nacional, segundo a Sesma

Vitória Reimão

Uma denúncia anônima informou para a equipe do Eu Repórter que postos de saúde da rede municipal de Belém não possuem vacinas BCG. Nesta semana, muitas pessoas foram em busca do imunizante, mas receberam a informação de que não há vacinas, além de não ter previsão da volta das aplicações do BCG.

"Estou com a minha bebê de sete dias de vida, precisando fazer a vacina BCG. Porém, não encontrei em nenhum posto de saúde", disse a denunciante anônima que informou já ter ido em busca dos imunizantes entre os postos do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Belém (Ipamb), Centro Saúde Escola da Universidade do Estado do Pará (Uepa), Unidade Básica de Saúde da Pedreira e Cabanagem, além da Unidade de Referência Especializada Materno Infantil e Adolescente (Uremia).

VEJA MAIS:

image Reforma de escola em Mosqueiro foi abandonada, diz denúncia
Em 2020 houve o início das reformas do local, mas em setembro do mesmo ano elas pararam. Maioria das salas está desativada

image Moradores temem desabamento de prédio comercial no bairro de Fátima
Denunciantes afirmam que a estrutura está inclinando para cima das casas

image Funcionários reclamam de alta demanda e falta de segurança em hospital
Segundo denúncias, apenas dois médicos atuam pela manhã e três no período da tarde

Todos os locais informaram que não tem previsão para chegada dos imunizantes. A denúncia alega que o último local que tinha as vacinas era a Uremia, porém teria acabado de forma rápida.

"Me sinto desamparada em relação à saúde básica e de um futuro saudável para minha filha. Essa vacina é básica e primordial para a saúde de uma criança", contou a denúncia. 

"O mínimo que preciso e não estou tendo acesso. Se o governo não pode oferecer uma vacina básica, imagina segurança, educação e saneamento, que é o que vem depois da saúde. Saúde é um direito nosso e não estou tendo acesso", expressou a denunciante anônima.

O que diz a Sesma

A Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) informou que, de acordo com o Ministério da Saúde, a vacina BCG está em desabastecimento nacional.

"A Sesma segue recebendo o imunizante, mas em uma quantidade bem menor ao habitual. As vacinas são distribuídas em poucas quantidades para as maternidades e unidades de saúde. O órgão municipal de saúde tem orientado quanto ao racionamento do uso da vacina", afirmou. 

O projeto Eu Repórter é uma iniciativa que busca reforçar a proximidade com os leitores e internautas, incentivando ainda mais o jornalismo colaborativo. Para participar das reportagens e conteúdos, compartilhando histórias, denúncias e sugestões de matérias com a redação de O Liberal, basta acessar o site eureporter.grupoliberal.com ou enviar suas informações para o Whatsapp (91) 98565-7449, onde será iniciada uma conversa diretamente com repórteres da redação. A denúncia pode ser feita de forma anônima.

(Vitória Reimão, estagiária sob supervisão de Eduardo Laviano)

Eu Repórter
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS