EU REPÓRTER

Clique aqui e mande sua história ou denúncia e ela poderá ser transformada em notícia. Aqui é Jornalismo Colaborativo!

Ônibus sofre problemas mecânicos e paralisa na Base Área de Belém

Segundo informações dos usuários que estavam no veículo, o transporte não recebeu revisão nem manutenção

Vitória Reimão, com a colaboração da leitora Andréia Silva
fonte

O ônibus da linha Pratinha 2 sofreu problemas mecânicos e ficou parado próximo à Base Aérea de Belém, de acordo com as informações da leitora Andréia Silva, moradora do bairro Pratinha 2, que teve seu trajeto interrompido. 

"Fui pegar o ônibus em torno das 14h e seguimos viagem. Durante o percurso, o transporte já apresentava barulhos estranhos, a porta não abria automaticamente. Quem abria era o passageiro, estava tudo quebrado na escada", contou Andréia. 

Segundo informações, o veículo estava em direção a rotatória da Base Aérea de Belém, quando começou a paralisar e não conseguiu seguir o trajeto. A denunciante contou que o transpote não possuia freio e que este era o motivo da paralisação do ônibus. "Nós paramos por lá, em torno das 15h20, e ficamos mais de meia hora esperando outro ônibus da linha para podermos seguir viagem", disse Andréia. 

VEJA MAIS: 

image Passageiros abrem sombrinhas dentro de ônibus para se proteger da chuva
Ônibus estava sem janelas, molhando a parte interna durante a chuva


image Moradores denunciam falta de água há cinco dias no bairro de Águas Brancas, em Ananindeua
Residencial Anita Gerosa foi inaugurado há dois meses


image Comunidades reclamam sobre péssimas condições da Ponte Rio Anauerá
Moradores realizaram uma manifestação na divisa entre os municípios de Oeiras e Cametá, na manhã da última segunda-feira (21), para pedir por manutenção na ponte e terraplanagem na região

Andréia também acrescentou que conversou com os funcionários que trabalhavam na condução do veículo, que informaram que o ônibus é do período de 2010 e não tinha feito revisão ou manutenção

"Nós achamos isso um absurdo, porque não é só esse ônibus, são vários transportes que estão quebrados e precisam de manutenção. Isso foi uma falta de respeito com a gente", desabafou.

Em nota, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) informou que mantém fiscalização rotineira nos finais de linhas e vistorias preventivas nas garagens das empresas.

"Além disso, há a vistoria ordinária realizada nas linhas que precisam passar anualmente pelos padrões técnicos estabelecidos pela Semob para renovar o licenciamento de operação. Mediante a constatação de irregularidades, a empresa será autuada, em conformidade com o Regulamento de Transporte Coletivo por Ônibus no Município de Belém (Restcomb)", comunicou o órgão.

Os usuários também podem formalizar as reclamações e denúncias relativas ao transporte público à Ouvidoria da Semob, a partir dos canais de atendimento do órgão: site (semob.belem.pa.gov.br), e-mail (ouvidoria.semob@cinbesa.com.br) ou pelo whatsapp (91) 98415-4587.

"Se o usuário preferir o atendimento presencial, pode se dirigir ao Posto da Semob, o Bel Fácil. É importante informar a linha, a empresa, o horário, o código alfanumérico (número que fica na lateral e na parte de trás do veículo) e a situação ocorrida, para que o órgão possa identificar empresa e operadores, averiguar e tomar as providências cabíveis", disse a Semob. 

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém (Setransbel) também informou que o desequilíbrio financeiro provocado pela falta de subsídios do poder público, poderia permitir a constante renovação da frota. Além disso, acrescentam que  as condições das vias por onde circulam os ônibus provoca vários danos na estrutura dos veículos. Assim, ainda que passem por revisões constantes, incidentes podem ocorrer no decorrer do percurso.

"A despeito do quadro de colapso e prejuízos acumulados em razão da vertiginosa queda de passageiros ainda não retomada no pós-pandemia, as empresas seguem a operação para atender à população, cumprindo a programação das ordens de serviços emitidas pela Superintendência de Mobilidade Urbana.", comunicou o Setransbel. 

O projeto Eu Repórter é uma iniciativa que busca reforçar a proximidade com os leitores e internautas, incentivando ainda mais o jornalismo colaborativo. Para participar das reportagens e conteúdos, compartilhando histórias, denúncias e sugestões de matérias com a redação de O Liberal, basta acessar o site eureporter.grupoliberal.com ou enviar suas informações para o Whatsapp (91) 98565-7449, onde será iniciada uma conversa diretamente com repórteres da redação. A denúncia pode ser feita de forma anônima.

(Vitória Reimão, estagiária sob supervisão de Mariana Azevedo)

Eu Repórter
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS NOTICIAS EUREPORTER