Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Após divulgação de estupro, Netflix corta cenas de abuso sexual com Klara Castanho em série

As cenas para a série teriam sido gravadas antes da atriz ter sido vítima de estupro na vida real

Maiza Santos

Depois que Klara Castanho foi obrigada a expor publicamente que foi estuprada e engravidou, a Netflix decidiu cortar as cenas em que a atriz sofre abuso sexual na série "Bom Dia, Verônica". Uma das principais personagens da produção, Klara foi escalada para dar vida à jovem Ângela, que é abusada pelo próprio pai. Entenda:

VEJA MAIS

Saiba como começou o vazamento da história de Klara Castanho
Episódio de vida íntima da ex-atriz mirim começou a ser divulgado no mês passado, mas se espalhou recentemente; violações contra a artista são muitas

Klara Castanho: projeto de lei que visa proteger quem optar por adoção deve ter o nome da atriz
O projeto é da deputada estadual Erica Malunguinho, do PSOL de São Paulo; Punição prevista para quem quebrar sigilo pode chegar a R$48 mil

Vídeo de Leo Dias falando de Klara Castanho com Gentili viraliza na web: 'Carma grande'; veja
Declaração polêmica ocorreu durante uma entrevista ao The Noite, com o apresentador Danilo Gentili

As filmagens da segunda temporada da série foram realizadas em setembro de 2021, antes de Klara ter sido vítima de estupro. Para preservar a imagem da atriz, apesar de não haver nenhuma cena explícita, a rede de streaming decidiu remover várias trechos em que o abuso foi retratado na produção e deixar algumas cenas subentendidas. 

A série

No roteiro da série "Bom Dia, Verônica", Gisele (Camila Márdila) irá descobrir que Matias abusa das mulheres, inclusive da própria filha, Ângela (Klara Castanho). O grande vilão é interpretado por Reynaldo Gianecchini, que também se manifestou e apoiou Klara após a carta aberta relatando a situação da qual foi vítima.

"Minha amada Klara, doeu muito em mim ouvir o seu relato e nunca vou conseguir dimensionar a sua dor e toda a complexidade de tudo que você viveu e vive ainda, então, me parece óbvio que não cabe a ninguém julgar. Eu sinto muito que você tenha que ser porta voz de discussões tão importantes nos tempos de hoje, tempos de mudanças necessárias! Por ora, receba todo meu amor, colo. Que todos respeitem e honrem o feminino! E repúdio a esse tipo de 'imprensa'!", escreveu o galã.

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão da editora web de OLiberal.com, Ana Carolina Matos)

 

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA