Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Greve dos ônibus impõe aulas híbridas em instituições de nível superior em Belém

A paralisação dos rodoviários provocou mudanças na rotina dos estudos, com a volta das aulas online

Valéria Nascimento

A greve dos rodoviários na Grande Belém provocou mudanças nas maiores Instituições de Ensino Superior (IES), da rede particular, com sedes em Belém, nesta terça-feira (3). Nas redes sociais oficiais institucionais, em geral, elas divulgaram o retorno do ensino híbrido, com aulas presenciais e online para evitar a perda de dias de educação do ano letivo.

A Unama informou que nos três turnos, manhã, tarde e noite, as aulas seriam de forma remota, ou seja, online. A universidade comunicou, ainda, que os alunos que não tivessem condições de acesso à internet poderiam se deslocar até à sede da instituição para participarem das aulas, por meio dos laboratórios de informática.

VEJA MAIS

Greve de ônibus em Belém: falta de coletivos aumenta preço das passagens no transporte alternativo
Passageiros tiveram que desembolsar até o dobro do valor que estão acostumados a pagar em dias normais

Greve de ônibus em Belém: paralisação dos rodoviários entra no segundo dia
Empregados em empregadores deverão se reunir na Justiça do Trabalho nesta quarta (4)

Greve de ônibus: 'Piorou', dizem trabalhadores que estão pagando R$7 no retorno para casa
Van, microônibus e a carona amiga, valeu tudo para não pegar falta nesta terça-feira (3), em Belém

A faculdade Fibra também comunicou que as aulas seriam de forma remota, nesta terça-feira (3), ou seja, também online. Os alunos de estágio, fora da instituição, também deveriam assistir às aulas por meio das plataformas eletrônicas.

Já o Cesupa anunciou que as atividades acadêmicas seriam presenciais e híbridas, isto é, de modo físico e remoto também. A instituição também comunicou que as coordenações dos cursos estavam responsáveis em informar os estudantes sobre o formato da aula e demais atividades acadêmicas, segundo cada curso.

Tem ônibus em Belém? Greve continua, mas 40% da frota deve voltar a rodar; saiba quando
Justiça determina que 40% da frota de ônibus deve rodar para atender a população

A Estácio Belém também comunicou que em razão da paralisação dos rodoviários, as atividades seriam de forma online e colocou a disposição dos alunos tutoriais enviados pelas coordenações dos respectivos cursos.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM