CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

Você Repórter

Com Mariana Azevedo e Wellyda Farias

Mande sua história ou denúncia e ela poderá ser transformada em notícia. Aqui é Jornalismo Colaborativo!

Diarista Vilma Tavares diz que passagem Tupã está sem iluminação há 2 meses

Essa é a segunda vez que a reportagem vai até o local por conta da falta de iluminação nos postes da passagem Tupã, no bairro do Jurunas, em Belém. A diarista Vilma Tavares denuncia que desta vez, já são dois meses sem luz na via

Mariana Azevedo com a colaboração de Wellyda Farias

A diarista Vilma Tavares, de 64 anos, denunciou mais uma vez para a reportagem de O Liberal a falta de iluminação nos postes da passagem Tupã, no bairro do Jurunas, em Belém. Em fevereiro deste ano, a moradora falou sobre as dificuldades de morar em uma rua sem iluminação pública. Desta vez, moradores estão passando pela mesma situação há dois meses.

"Depois que vocês vieram, uma equipe veio até aqui e consertou no dia 28 de fevereiro. Depois de um tempo queimou novamente a lâmpada, e agora tem dois meses que estamos sem luz aqui nos postes", diz.

VEJA MAIS

image Mecânico José Silveira fala sobre falta de iluminação ao longo da Mário Covas
O mecânico José Silveira trafega diariamente pela rodovia Mário Covas, em Ananindeua. Ele relata que há cerca de 6 meses a falta de energia nos postes da via só piora. "Negócio ta feio", diz.

image Dona de casa Celeste Lima reclama de postes sem luz na Rua da Marinha
Moradora do bairro da Marambaia há 50 anos, a dona de casa Celeste Lima afirma que vários postes ao longo da Rua da Marinha, em Belém, estão sem iluminação. Ela e outros moradores temem assaltos no período da noite, devido à escuridão.

image Há dois meses, moradores da travessa Barão do Triunfo estão sem iluminação pública
A manicure Eliete Menezes, é moradora da travessa Barão do Triunfo, no bairro da Sacramenta, em Belém. Ela trabalha em casa e diz que está perdendo clientes devido a escuridão da rua.

De acordo com a dona de casa, a equipe que foi até o local fazer o serviço, orientou que os moradores fizessem o pedido de troca de lâmpadas normais para Led. "Mas para virem ajeitar essa já é uma dificuldade, imagina para fazer a troca para led", comenta.

No período da noite fica totalmente escuro e moradores que precisam entrar e sair de suas casas temem assaltos. "A Noite aqui é muito escuro, não fica totalmente por conta das lâmpadas das casas, depois que apagam é uma escuridão. É complicado, as pessoas chegam a noite e a rua está assim, escura. Todo tempo é isso, é recorrente", fala.

image Falta de iluminação nos postes da passagem Tupã deixa moradores temerosos ao trafegar pela via durante a noite (Bruno Macedo/ Especial para O Liberal)

Vilma diz que não consegue entrar em contato com órgão responsável para resolver a situação. "Não consigo entrar em contato com eles, pois querem a numeração do poste e eu não tenho como ver. Eu queria que consertasse de vez, para que não passássemos mais por isso, já pensou alguém passar mal a noite e como fica nessa escuridão a rua?", questiona o moradora.

Em nota, a Secretaria de Urbanismo de Belém (Seurb), por meio do Departamento de Iluminação Pública, informa que a situação já é de conhecimento da empresa Luz de Belém, que vai encaminhar equipe ao local para garantir o atendimento e solucionar o problema em até 48 horas.

“A Seurb reforça que possui vários canais de comunicação para atender à população. Solicitações dos serviços de iluminação pública podem ser feitas pelo canal exclusivo de atendimento: 0800 000 3233. Para facilitar, ainda mais, o atendimento das solicitações referentes à iluminação pública dos bairros e distritos de Belém, a Prefeitura conta com outros canais: o portal Luz de Belém e o aplicativo de celular iluminaçãopúblicabelem. É importante que o usuário guarde o número do protocolo", diz a Seurb.

Os moradores de Belém também podem fazer registros para a melhoria dos serviços na sede do órgão, localizada na avenida Governador José Malcher, 1.622, bairro de Nazaré.

O projeto Você Repórter é uma iniciativa do Grupo Liberal, que busca reforçar a proximidade com os leitores e internautas, incentivando ainda mais o jornalismo colaborativo. Para participar das reportagens e conteúdos, compartilhando histórias, denúncias e sugestões de matérias com a redação de  O Liberal, acesse www.oliberal.com/voce-reporter. Você também pode se conectar usando o QR Code ao lado ou pelo WhatsApp (91) 98565-7449. A equipe de reportagem irá checar as informações e publicar o conteúdo em todas as nossas plataformas.

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Você Repórter
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

OUTRAS NOTÍCIAS