Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Suspeito de agredir e estuprar mulher é preso em Novo Progresso

Claudionor SanDesk, de 44 anos, foi localizado depois que a Polícia Civil analisou imagens das câmeras de segurança das proximidades de onde o fato ocorreu, na madrugada do último sábado (2)

O Liberal

​O principal suspeito de derrubar, agredir e estuprar uma jovem de 23 anos no município de Novo Progresso, no sudeste paraense, foi preso pelas polícias Civil e Militar, na tarde deste domingo (3).  O homem foi identificado como Claudionor SanDesk, de 44 anos. Ele foi localizado depois que as polícias analisaram imagens das câmeras de segurança das proximidades de onde o fato ocorreu, na madrugada do último sábado (2). Por nota, a PC informou que investiga os crimes de estupro e lesão corporal. As apurações da Polícia Civil continuam a fim de identificar se outras pessoas estão envolvidas nos crimes.

Mulher é derrubada de moto, agredida e estuprada em Novo Progresso
A jovem teve a roupa e partes do couro cabeludo arrancadas; o suspeito ainda não foi identificado nem preso

A polícia não forneceu detalhes sobre o depoimento do suspeito preso. Com a notícia da prisão, uma multidão se deslocou para a delegacia de Polícia Civil do município, possivelmente para linchar o suspeito. De acordo com a PM de Novo Progresso, buscas foram feitas até a captura de Claudionor. Nas imagens analisadas, na data e horário em que a violência foi registrada, segundo a polícia, é possível ver o momento da suposta fuga do homem. O principal suspeito teria passado em um carro, modelo Renault Kwid cinza, em frente a um comércio na esquina da rua Santiago com a Cristalina.​​

VEJA MAIS

Adolescente denuncia o irmão de 11 anos por estupro e diz que era ameaçada
O irmão ameaçava bater na garota caso ela contasse para alguém sobre o abuso sexual

Criança é estuprada e degolada pelo padrasto que não aceitava término com a mãe da vítima
Além de estuprar e matar a menina de 7 anos, ele teria cortado os dedos do outro filho da ex-mulher

Mulher é encontrada sem roupa e com sinais de agressão em creche abandonada
A vítima estaria com o rosto deformado e se arrastava para fora do local tentando pedir ajuda

O automóvel estaria com o pneu direito dianteiro furado e a capota quebrada, coincidindo com o mesmo lado em que a vítima alega ter sido batida. De posse das imagens, a polícia realizou diligências em vários bairros, até chegar ao endereço da residência de Claudionor SanDesk.

Segundo a PM de Novo Progresso, o suspeito teria escondido o carro nos fundos da residência. Porém, ainda durante a abordagem, a polícia constatou que já havia sido feita a troca do pneu do veículo, mas a capota quebrada foi encontrada dentro do veículo. Com a materialidade necessária, a polícia realizou a prisão de Claudionor e também apreendeu o veículo.

Ambos foram apresentados na delegacia de Polícia Civil de Novo Progresso. Com a notícia da prisão espalhando na cidade, a população se deslocou para a frente da unidade policial, na tentativa de linchar o suspeito. Imagens compartilhadas nas redes soc​​iais mostram as pessoas tentando arrancar o portão e derrubando o muro da delegacia. Policiais militares conseguiram conter a situação.

Relembre o caso

Na madrugada do último sábado (2), por volta das 1h, uma jovem de 23 anos estaria saindo da pizzaria onde trabalha, quando teria sido derrubada de sua motocicleta, agredida e estuprada, em Novo Progresso. O suspeito estaria em um carro cinza. De acordo com informações de testemunhas, depois de derrubar a moça da moto, o suspeito desceu do automóvel para praticar a violência. Em seguida, teria fugido sem deixar pistas.

A vítima, que teve a roupa e partes do couro cabeludo arrancadas, foi socorrida em estado grave pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).​​​​

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA