Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Polícia procura vice-prefeita de cidade do Pará suspeita de tentar matar ex-marido a tiros

Jéssica Evelym Mota ainda não foi localizada pelas autoridades policiais. Arma foi apreendida e a Polícia Civil investiga o caso

O Liberal

A Polícia Civil procura pela vice-prefeita do município de São Francisco do Pará, no nordeste paraense, Jéssica Evelym Mota. Ela é suspeita de tentar matar a tiros o ex-marido dela, o empresário Roberto Douglas Mota, na tarde desta terça-feira (28). Após o crime, Jéssica Mota fugiu e ainda não foi localizada, confirmou a Polícia Civil, no final da manhã desta quarta-feira (29). A PC disse, ainda, que investiga o caso como tentativa de homicídio.

VEJA MAIS

Homem tenta matar irmã e ainda fere sobrinha em Parauapebas 
Ele foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (15)

Policias salvam adolescente de 15 anos de ser afogada pelo padrasto em Santarém
A adolescente foi retirada da água e passou por procedimento de reanimação pela equipe policial. Ela apresentava machucados pelo corpo.

Mãe tenta causar explosão na casa, após matar os dois filhos
Ela ainda deixou as bocas do fogo ligados e uma extensão em cima do armário

Jéssica, que também é secretária de Agricultura de São Francisco do Pará, teria ido à empresa de Roberto, dizendo que estaria precisando conversar com ele. À polícia, o empresário informou que chamou a vice-prefeita para a sala de reunião, de modo que pudessem, então, conversar reservadamente. Neste momento, ainda de acordo com o relato de Roberto à polícia, Jéssica teria sacado uma pistola calibre 380 e dito que o mataria.

Segundo Roberto, ele conseguiu travar a arma, antes que sua ex-companheira atirasse. Em seguida, já com a ajuda de funcionários, o empresário teria conseguido imobilizar Jéssica e tomar a arma dela. A vice-prefeita, porém, conseguiu se soltar e acabou fugindo do local.​ ​Um boletim de ocorrência foi registrado por Roberto na Delegacia de Polícia Civil de São Francisco do Pará, onde a arma usada por Jéssica foi entregue.

A reportagem de OLiberal.com apurou que Jéssica e Roberto ainda seriam casados, tanto que possuem o mesmo sobrenome. Eles possuem dois filhos. E a confusão entre os dois teria iniciado depois que Roberto, supostamente, implicou com o atual namorado de Jéssica, que é irmão do prefeito de São Francisco do Pará​​, Marcos Cesar Barbosa e Silva, mais conhecido como professor Marcos. A reportagem tenta localizar ​tanto o irmão do prefeito, que não teve seu nome divulgado, quanto ​o empresário Roberto Douglas Mota.

VEJA MAIS

Em Paragominas, mulher flagra companheiro com ex e tenta matar rival a facadas
A agressora foi presa em flagrante no sudeste do Pará

Homem tenta matar a ex-mulher a facadas na frente da filha pequena
Ele, agora, está sendo procurado pela Polícia

Ex-companheiro tenta matar mulher e ateia fogo em sua casa em Moju
Mulher conta que conseguiu fugir da fúria do pai de sua filha, mas perdeu tudo no incêndio

Em um comunicado​​ divulgado na tarde desta quarta-feira, a vice-prefeita diz que “até o presente momento só foram apresentados os relatos de seu ex-marido, relatos esses que não condizem com a realidade dos fatos”.

A nota diz também que “no momento devido” Jéssica comparecerá junto à autoridade policial competente para esclarecer o ocorrido, “onde irá trazer a verdade real à tona, com provas irrefutáveis​"​. ​"​Diante disso, pede-se à população que não faça juízo de valor sem antes ouvir a versão da vice-prefeita”, finaliza a nota assinada pelos advogados de Jéssica Mota, Maurício David Castro da Silva e José Edmar Dantas Silveira Filho.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA