Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Operação apreende mais de R$ 200 milhões em materiais ilícitos no Pará, Amapá e Maranhão

Durante a operação, foram capturadas 202 mil toneladas de minérios na Vila do Conde, em Barcarena

Fabyo Cruz

As atividades da Operação Ágata Norte foram encerradas com uma estimativa de balanço total de R$ 201,4 milhões decorrentes dos materiais ilícitos apreendidos, segundo informou as Forças Armadas. As ações repressivas e preventivas contra delitos transfronteiriços e ambientais ocorreram de 1 a 9 de junho, na fronteira marítima até o limite da Zona Econômica Exclusiva, incluindo portos, e na fronteira terrestre dos estados do Pará, Amapá e Maranhão.

VEJA MAIS

Quatro homens foram presos em flagrante por prática de garimpo ilegal
Detidos foram encaminhados ao sistema penal estadual em Vitória do Xingu. Pena pode chegar a 10 anos

Mais de 20 mil garrafas de cervejas e refrigerantes são apreendidas durante operação da Sefa
As mercadorias apresentavam nota fiscal falsificada sem recolhimento de imposto

Força-tarefa apreende 202 mil toneladas de minério, 334 kg de drogas e 600 pílulas de ecstasy no Pará
No Pará, a Operação Ágata Norte foi realizada no arquipélago do Marajó e Região Metropolitana de Belém e Nordeste do Estado.

Durante a operação, foram capturadas 202 mil toneladas de minérios (manganês, cobre e cassiterita), na Vila do Conde, em Barcarena, nordeste do Pará. Além disso, foram apreendidos 309 kg de cocaína; 2.850 kg de pescado; 218 m³ de madeira; 7.600 caixas de cigarro; 77 embarcações; 20 veículos; 5 motosserras; 13 armas e 188 munições; e 1.200 litros de combustível. Também foi interceptada uma embarcação que transportava 26 kg de maconha e 600 pílulas de ecstasy, sendo encontradas doze pessoas de origem cubana que saíram do Suriname em direção ao Brasil.

Ação social

Entre os dias 4 e 7 de junho, a população do município de Oiapoque, no Amapá, contou com Ação Cívico-Social que resultou em 70 atendimentos médicos, com distribuição de medicamentos; 63 atendimentos odontológicos; e distribuição de 100 kits odontológicos. Também foram atendidos ribeirinhos das comunidades de Taparuba e Prainha, também no Amapá, com 28 atendimentos médicos; 20 odontológicos; e distribuídas 40 escovas de dentes.

VEJA MAIS

Forças armadas lançam concursos com oferta de quase 500 vagas em todo o país
Oportunidades são para candidatos com o nível médio e superior

Operação apreende quase 20 quilos de cocaína avaliados em até R$ 800 mil em Santarém
Duas pessoas foram presas durante a operação

Paraenses estão entre mortos em operação do Bope contra tráfico de drogas na Vila Cruzeiro no RJ
A Polícia Militar carioca informou que três paraenses estão entre os suspeitos mortos

Foram empregadas 3.119 pessoas, entre civis e militares das Forças Armadas e dos órgãos de segurança pública e ambientais, 50 meios navais, 47 terrestres e 6 aéreos. As ações foram desenvolvidas em uma área equivalente a 1,7 milhão de km² de área terrestre, 1 milhão de km² de área marítima, 5.500 km de rios navegáveis, 1.800 km de litoral e 1.300 km de fronteira terrestre.

Operação Ágata Norte

O crimes a serem combatidos foram narcotráfico e crime organizado; contrabando e descaminho; pesca ilegal; garimpo e exploração de recursos minerais ilegais; e exploração e transporte de madeira ilegal. A Operação faz parte do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras, sendo organizada pelo Ministério da Defesa e realizada em coordenação com órgãos federais e estaduais, bem como agências de segurança pública e ambientais. Neste ano, o Comando Conjunto da Operação Ágata Norte, formado por Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e Força Aérea Brasileira, foi chefiado pelo Vice-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, Comandante do 4º Distrito Naval.

Polícia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM POLÍCIA

MAIS LIDAS EM POLÍCIA