Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Sespa e Sesma investigam caso suspeito de urina preta em Belém

Faltam exames e acompanhamento dos pacientes para chegar à conclusão e tomada de medidas

O Liberal

Belém tem um caso de doença de Haff (urina preta) sendo investigado. O outro caso é o de Santarém, no qual um homem morreu. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa).

Em nota, a Sespa informou que "...por meio do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), foi notificada e está investigando, no momento, dois casos sendo eles em Belém e Santarém. A Sespa emitiu nota de alerta com orientações para identificação e notificação de casos suspeitos".

Saiba mais sobre a doença de Haff ou urina preta (Alynne Cid / O Liberal)

Ainda por nota, a Sespa orienta que "...em caso de sintomas é necessário buscar atendimento imediatamente na rede pública de saúde do município. Ressaltamos que o monitoramento, bem como o acompanhamento dos pacientes é de responsabilidade da vigilância do município".

VEJA MAIS

Sespa investiga terceiro caso suspeito de urina preta no Pará Notificação foi em Trairão. Secretaria orienta os municípios para aumentar a atenção à inspeção sanitária dos locais de venda

Santarém reúne com setor pesqueiro para informar estratégias de prevenção contra 'Urina preta' O encontro ocorreu nas dependências da Semap e contou com a participação de vários órgãos ligados ao assunto

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) comunica que "...está acompanhando o caso suspeito de síndrome de Haff, conhecida popularmente como a doença da “Urina Preta”, há 5 dias em Belém. A Sesma monitora a pessoa que se alimentou com peixe e, no dia seguinte, sentiu dores no corpo, mal estar e urina escura. Ela foi internada imediatamente e está com o quadro estável, mas ainda hospitalizada".

"Os agentes do Departamento de Vigilância à Saúde (Devs) e da Vigilância Sanitária (Devisa) da Sesma coletaram material do paciente e do pescado, no local adquirido pelo paciente, e encaminharam amostras ao Laboratório Central do Estado do Pará para análise. A informação é de que este material seguiu para análise em Santa Catarina. A Sesma segue aguardando o resultado", informou o órgão municipal.

Temendo doença, dona de restaurante tira peixe do cardápio: 'Não vou arriscar' Após anúncio de caso suspeito da doença da 'urina preta' em Santarém e na capital paraense, cozinheira optou por remover um de seus pratos de mais saída

Proibição da venda de peixe preocupa pescadores de município do Pará: 'prejuízo' Presidente de Colônia de Pescadores de Juruti diz que a categoria foi pega de surpresa com decisão. “Nossa preocupação é porque aqui não tem frigorífico”

Doença de Haff

Popularmente conhecida como doença da “urina preta”, a Doença de Haff é causada por uma toxina que pode ser encontrada em determinadas espécies de peixe. Os músculos e rins são as áreas mais afetadas. A forma de contaminação do peixe ainda não é conhecida de fato, mas alguns especialistas afirmam que o mau condicionamento esteja ligado diretamente.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ