Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pesquisa aponta redução da ocupação de leitos covid-19 em todo o Pará

Monitoramento é coordenado pela Fapespa, que reúne 16 pesquisadores de diversas entidades de pesquisa

O Liberal

Em comunicado nesta quarta-feira (15), o Governo do Pará informou que a taxa de ocupação de leitos exclusivos para pacientes com covid-19 caiu em todo o estado. As informações são do grupo de monitoramento, que é coordenado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Pará (Fapespa) e reúne 16 pesquisadores de várias instituições.

LEIA MAIS:
Cenário mostra que Pará 'venceu a covid-19', diz Helder Barbalho
Covid-19: Pará fecha hospital de campanha, admite defasagem de vacina e solta balanço econômico
Pará está com defasagem de 1,4 milhão de doses de vacina contra covid-19
Governo anuncia fechamento do Hospital de Campanha do Hangar

O professor doutor Marcel Botelho, presidente da Fapespa, reforça: 23,6% dos leitos clínicos disponíveis e 28% dos de UTI estão ocupados no estado. Do total de 293 leitos, 97 estão ocupados. A projeção é de que sejam 67 até 22 de setembro deste ano.

"Temos mais leitos do que ocupação. Aprendemos e não houve colapso na segunda onda, como ocorreu na primeira", explicou Botelho.

A partir de 10 de abril de 2020, foram abertos hospitais de campanha no Pará, chegando a 1,2 mil leitos em Marabá, Belém, Santarém, Altamira e Breves no pico da oferta. "Também abrimos o Hospital Regioinal de Capanema, Hospital Regioinal do Tapajós, Hospital Regioinal do Araguaia e Hospital Regioinal de Castanhal. Abrimos leitos nos hospitais de Redenção, Baixo Amazonas e Juruti", declarou o governador Helder Barbalho (MDB).

"Garantimos que o sistema de remoção aérea fizesse mais de 600 voos de helicópteros e aviões. Isto resultou que nosso estado tivesse hoje um dos menores índices de habitantes com a perda de vidas. Isso não desmerece a solidariedade para com todas as vidas que foram perdidas para a pandemia. Nossa solidariedade a este momento de dor", concluiu Helder.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ