Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Infraero diz que passageiro empurrado no aeroporto de Santarém estaria embriagado

Vídeo que circula nas redes sociais mostra um homem sendo agredido durante o embarque

Andria Almeida

Após um homem ser agredido por um segurança do aeroporto Maestro Wilson Fonseca, de Santarém, no oeste do Pará, a Infraero, administradora do local, emitiu uma nota sobre o ocorrido. A agressão aconteceu no último sábado (30). Segundo a empresa, o funcionário precisou ser contido porque ele estaria supostamente embriagado e “tentava embarcar sem fazer o check-in e sem apresentar a documentação de identificação necessária”.

VEJA MAIS

Passageiro é empurrado por funcionário do aeroporto de Santarém e desmaia; vídeo A agressão aconteceu após o homem tentar forçar entrada em embarque que já estava encerrado

Família tenta embarcar em avião com bomba não detonada e causa pânico em aeroporto de Israel As pessoas que estavam no saguão do aeroporto gritaram e correram para se proteger da ameaça

Arma do ex-ministro Milton Ribeiro dispara acidentalmente no Aeroporto; funcionária foi atingida Ele foi levado para a Superintendência da Polícia Federal do Distrito Federal para prestar esclarecimentos

“No dia 30/04 às 22h56 a Infraero atendeu uma ocorrência na área de check-in do Aeroporto de Santarém (PA), onde a equipe de vigilância precisou intervir para conter um passageiro, supostamente embriagado, que tentava embarcar sem fazer o check-in e sem apresentar a documentação de identificação necessária”, diz um trecho da nota.

Ainda segundo a empresa, houve a análise das imagens registradas pelo sistema de vigilância do aeroporto que mostram várias tentativas de orientações dos procedimentos necessários para a entrada do passageiro, no entanto, diz a nota, que o homem não atendeu às recomendações e forçou o acesso - "empurrando o carrinho de bagagens na funcionária que controlava o embarque".

A Infraero afirma também que o vigilante é de uma empresa terceirizada, e que se colocou por trás do passageiro. “Nesse momento, havia na porta de embarque um funcionário da empresa Azul Linhas Aéreas e uma vigilante que fazia o acesso ao interior da sala. O passageiro veio a cair sobre o viajante da Infraero. Na ocasião, a Polícia Militar foi acionada”, finalizou a nota.

A infraero informou que não vai registrar Boletim de Ocorrência sobre o caso. A redação de O Liberal tentou contato com o passageiro envolvido na confusão, mas não obteve êxito.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ