Documentário sobre 100 anos de Romulo Maiorana é lançado neste domingo (20)

Iniciativa da TV Liberal homenageia o empreendedor da comunicação no Pará

Eduardo Rocha

Para que o Grupo Liberal se tornasse um dos maiores e mais importantes conglomerados de comunicação do Brasil houve necessidade do empreendedorismo de seu idealizador e fundador, o empresário e jornalista Romulo Maiorana, cujo nascimento completou 100 anos em 20 de outubro último. É essa história de sagacidade e visão de futuro de um homem apaixonado pelo que fazia que os telespectadores da TV Liberal conheceram mais particularmente, neste domingo (20), logo depois do programa “Fantástico”, por meio do documentário “Romulo Maiorana - 100 anos de história. O lançamento ocorre em momento expressivo: o jornal O Liberal acaba de completar 76 anos, no último dia 15 deste mês.

• O documentário "Romulo Maiorana: 100 anos de história" está disponível no Globoplay

O trabalho foi coordenado pelo jornalista Leo Nunes, 27 anos, editor de texto na TV Liberal. “O documentário tem 60 minutos de produção. Vamos fazer um grande passeio pela história do ‘Seu Romulo’. Vamos mostrar um pouco do começo da vida dele em Recife (PE), a chegada em Belém, a revolução no comércio de Belém, a compra a e guinada do jornal O Liberal, a criação da TV Liberal, a relação de amizade e a generosidade com os colaboradores, a grande repercussão pela morte dele que parou o centro da capital em 1986. Também vamos mostrar imagens inéditas da intimidade do ‘Seu Romulo’ com familiares e amigos”, adianta Leo.

O Liberal é sinônimo de visibilidade e credibilidade em 76 anos de circulação
Investimento em divulgação no jornal garante retornos econômicos para empresas de diferentes ramos

Detalhes

O diretor do documentário ressalta que o trabalho “é uma forma de comemorar os 100 anos do ‘Seu Romulo’, mostrando um pouco da grande história dele para quem conheceu e, principalmente, para quem não conheceu”. “As pessoas vão poder conhecer um pouco da história recente de Belém e da comunicação por meio da história do ‘Seu Romulo’. Além do jornalista e empresário, vamos mostrar um lado mais íntimo que só amigos, colaboradores e familiares conheciam”, acrescenta.

Assim, são quase 30 depoimentos de familiares, amigos e antigos colaboradores que conviveram diretamente com Romulo Maiorana. Além da exibição neste domingo, “Romulo Maiorana - 100 anos de história” também será apresentado no festival “Itália Mia”, realizado pelo Grupo Liberal, entre os dias 22 e 24 deste mês de novembro. “O documentário já estará no Globoplay pouco antes de ir ao ar na televisão”, assinala Leo.

O Liberal 76 anos: Romulo Maiorana inaugura TV Liberal e forma tripé da comunicação paraense
Com impresso e rádio nas mãos, agora o momento é de dar mais um passo em direção à consolidação do Grupo Liberal

Amor à notícia

Como conta Leo Nunes, Romulo Maiorana era pernambucano, filho de imigrantes italianos, que “aos 31 anos veio a Belém e deixou sua marca na história; começou com nada e construiu grandes empresas de comunicação que até hoje são líderes em seus segmentos”. Leo relata que Romulo sempre foi apaixonado pela notícia e pela comunicação. Ele era um jornalista, como salienta. “Antes mesmo de comprar o jornal, já tinha uma coluna social no antigo jornal ‘Folha do Norte’. Era o ‘RM Informa’. Ali, ele dava os passos que iam levar a fazer e transformar a comunicação do Pará”, pontua.

Pessoas que conheceram Romulo Maiorana de perto e conviveram com ele estão no documentário (Divulgação)

História

Por que é importante conhecer a história de Romulo Maiorana? Leo Nunes responde, afirmando ser imprescindível se conhecer a própria história, a trajetória de personagens da terra, da região, gente que construiu caminhos ao longo da vida. E, nesse sentido, “conhecer a história da comunicação do Pará também se dá por meio da história de Romulo Maiorana em Belém”. “Muito da imprensa forte que temos hoje, tem contribuição dele”, ressalta.

Esse empreendedor tinha como nome completo Romulo Elégio Dario Severo Maiorana Chiapetta. Mas, ele mudou na certidão e deixou apenas Romulo Maiorana mesmo, como pesquisou o jornalista.

Romulo Maiorana nasceu no estado de Pernambuco, em 20 de outubro de 1922. Era filho único de imigrantes italianos que chegaram ao Brasil em 1920. Romulo desembarcou em Belém aos 31 anos, em 1953. Ele não tinha capital para investir, mas, junto com os amigos que foi conquistando, foi formando as empresas. Iniciou a jornada com a empresa Duplex Publicidade, instalada na avenida Senador Lemos, onde fabricava placas de ônibus, painéis luminosos e flâmulas de publicidade.

Com um tino empresarial incomum, Romulo Maiorana foi além. E inaugurou um novo estilo de fazer compras na capital ao investir nas suas primeiras lojas, que levavam suas iniciais RM. Transformaram-se, inclusive, em uma rede. “Numa época em que shoppings não existiam, criou vitrines amplas e espelhadas. Bem elaboradas, atraiam desde a calçada os olhares dos clientes. E esses, ao entrar, recebiam tratamento diferenciado, com atendentes treinados. Era a personalização para a venda, com loja no estilo magazine e de departamentos, para agradar e oferecer produtos a todo tipo de cliente. As lojas tinham ainda espaço para venda de lanches, o que era algo bastante original para os padrões da época. E, por todas essas inovações, acabou inspirando e transformando positivamente o comércio de Belém naquele período”, conta Leo Nunes.

“Para o comércio, Romulo Maiorana sempre fez muito”, destaca texto do livro ‘Personagens do Comércio’, do Sindicato do Comércio Varejista e dos Lojistas de Belém (Sindlojas). De acordo com a publicação, suas ações “foram decisivas para que o comércio belenense oferecesse as oportunidades para que a classe emergente da cidade tivesse o poder de compra decisivo.

Com impresso consolidado, O Liberal começa expansão com a Rádio Liberal
Com sete anos de impresso à frente do impresso, Romulo Maiorana investe em inovação e entra nas ondas do rádio

Na comunicação

O jornal O Liberal assume uma nova fase a partir de 1966, quando inicia a direção de Romulo Maiorana. Desde o primeiro dia, Romulo empreendeu uma série de modificações estruturais no matutino, como a ampliação da equipe de profissionais na Redação e aquisição de novos equipamentos.

O saudoso jornalista e colunista de O Liberal, João Carlos Pereira, em texto publicado em novembro de 2019, menciona a fase de entre o início e a transformação de O Liberal. “Fundado em 1946, pelo tenente Moura Carvalho. Naquele ano, criou um veículo que circulava às 16h, com apenas quatro páginas, para sustentar os planos políticos com Magalhães Barata, que viria a ser o 13º governador para a República, na época uma "jovem senhora" de apenas 41 anos”, conta o escritor.

Após o início da consolidação do impresso no mercado e entre os leitores, a empresa foi ampliando para os moldes do que é hoje, um grupo de comunicação, e expandiu a marca Liberal para as ondas do rádio, já em 1973. Hoje, a rádio Liberal FM é uma das líderes de audiência e lembrança entre os ouvintes, com sinal em quase todo o Estado e presente mundo afora pela internet, como pontua Leo Nunes.

Em 1976, concretizou um outro sonho: a TV Liberal. A emissora foi oficialmente inaugurada em 27 de abril de 1976. A festa de inauguração dessa que é a líder de audiência no Pará e uma das principais do Brasil foi histórica. O Jornal Amazônia nasceu em 2000, e, em 2004, surge o portal oliberal.com, marcando a Redação Integrada desse veículo com os dois jornais e a Rádio Liberal.

“O que mais me chama atenção no Seu Romulo é a capacidade de se reinventar ao longo dos anos. Ele estava sempre querendo investir no profissional e nas empresas de comunicação. Ele estava sempre enxergando além. Ele não parava, queria mais”. Por isso, vale a pena conferir a trajetória de Romulo Maiorana ou ‘Seu Romulo’ como costumava ser chamado por todos, para conhecer como se forma um empreendedor da comunicação.

Pará
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM PARÁ

MAIS LIDAS EM PARÁ