Menino de 8 anos é morto e engolido por crocodilo na frente da família

Animal atacou a criança e a arrastou para as profundezas do rio. O pai do menino contou que a parte mais difícil para a esposa foi ver o crocodilo flutuar com o corpo da criança

Emilly Melo
fonte

Um menino de oito anos foi atacado por um crocodilo enquanto pescava com a família no rio Matina, na cidade de Limon, na Costa Rica. De acordo com informações do The Sun, a criança foi decapitada pelo réptil antes de ser arrastada para as profundezas.

VEJA MAIS

image Crocodilo é flagrado com homem morto na boca em lago do México; vídeo
Vítima não teve a identidade revelada e teria entrado na água para nadar

image Cobra píton é encontrada com uma cabra inteira no estômago; vídeo
O dono da fazenda começou sentir falta do animal e constatou que ele havia sido removido do pasto

O menino, identificado como Julio Otero Fernandez, foi morto por volta das 14h enquanto pescava com os pais, Don Julio Otero e Margini Fernández Flores, quatro irmãos e outros familiares. Ele estava parado no rio, com água até os joelhos, quando o crocodilo se aproximou e lançou-se sobre ele

O pai do menino contou que a parte mais difícil para a esposa foi ver o crocodilo flutuar com o corpo da criança. "Então ele o agarrou novamente e o arrastou para baixo", disse Otero.

image Mulher desaparece e corpo é encontrado dentro de cobra gigante
A serpente, com mais de sete metros de comprimento, estava próxima ao local onde a mulher trabalhava

image Briga da gigantes! Piton é capturada com jacaré inteiro no estômago; vídeo
Atualmente, essas serpentes podem ser abatidas por humanos a qualquer momento. Isso porque sem uma licença, ela tem de “status de invasora".

O caso ocorreu no dia 30 de outubro, mas somente no último sábado (26), quase um mês depois, um caçador não identificado atirou e matou um crocodilo na área. Quando os moradores locais abriram o estômago do animal, descobriram fios de cabelo e fragmentos de ossos de Julio.

Os pais de Julio se mudaram da Nicarágua para a Costa Rica há quatro anos para trabalhar em uma plantação de banana. Com a tragédia, o casal pretende voltar para o país de origem para garantir que os outros quatro filhos, com idades entre 3 e 16 anos, estejam a salvo de possíveis ataques.

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do Núcleo de Política)

Mundo
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO