Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

EU REPÓRTER

Clique aqui e mande sua história ou denúncia e ela poderá ser transformada em notícia. Aqui é Jornalismo Colaborativo!

Famílias vivem em meio a lixo e esgoto no bairro da Sacramenta

Moradores temem doenças e contaminação por exposição à sujeira

Carolina Mota

A insatisfação com o tratamento e distribuição de água, casas cercadas por esgoto e falta de coleta de resíduos sólidos, são alguns dos motivos que levaram os moradores do bairro da Sacramenta, em Belém, a realizarem denúncias sobre a falta de saneamento básico, situação que se encontra há cerca de 20 anos na área, conforme denunciantes.

Segundo relatos de quem reside na travessa Barão do Triunfo, as pessoas vivem em estado "alarmante", com bastante lixo na área e esgotamento próximo às casas, aumentando riscos de contaminação e doenças devido exposição.

VEJA MAIS

Sem tampa há um ano, bueiro causa transtornos no bairro do Coqueiro
Denúncia anônima alega que o problema é recorrente há quase um ano


Galeria aberta traz riscos aos pedestres no bairro do Umarizal
Em Belém, morador improvisou sinalização para evitar acidentes


Buracos em trecho da BR-316 prejudicam motoristas
Asfalto entre os municípios de Marituba e Santa Izabel estariam em péssimas condições, segundo relatos

Denúncias também falam da situação de idosos com pouca mobilidade e problemas de saúde, que fazem parte dos que mais são afetados pelo cenário local, por viverem em situação de pobreza em meio à sujeira, contribuindo ainda mais para a problemática da área citada por eles.

De acordo com uma pessoa que optou por não se identificar, a área é composta por mais de 200 famílias que se encontram nessa realidade.

"Quem mora no centro da quadra são os que mais sofrem pela falta de infraestrutura, água potável e falta de saneamento. Pessoas doentes e desempregadas. É uma verdadeira tristeza as condições em que vivem", relatou.

Procurada pela redação do Jornal O Liberal, por meio do projeto Eu Repórter, a Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) informou que enviará uma equipe para averiguar a situação e avaliar as providências cabíveis "de acordo com as possibilidades da secretaria".

A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), também foi procurada, mas deu retorno sobre o caso até o fechamento da matéria.

Buraco na rodovia do Tapanã causa transtornos a motoristas e moradores
Moradores relatam que a situação já dura mais de um ano

Ranking do Saneamento
Em março deste ano, foi divulgado pelo Instituto Trata Brasil, o Ranking do Saneamento 2022, que aborda índices de água tratada, coleta e tratamento de esgoto.

Com base no documento, Belém está entre os cinco piores municípios do Brasil em saneamento básico, segundo dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

A lista mostra o desempenho de 100 municípios, rankeados do melhor para o pior em relação ao serviço básico, onde Belém está na 96º posição.

O projeto Eu Repórter é uma iniciativa que busca reforçar a proximidade com os leitores e internautas, incentivando ainda mais o jornalismo colaborativo. Para participar das reportagens e conteúdos, compartilhando histórias, denúncias e sugestões de matérias com a redação de O Liberal, basta acessar o site eureporter.grupoliberal.com ou enviar suas informações para o Whatsapp (91) 98565-7449, onde será iniciada uma conversa diretamente com repórteres da redação. A denúncia pode ser feita de forma anônima.

(Carolina Mota, estagiária, sob supervisão de Eduardo Laviano)

Eu Repórter
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS