Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

EU REPÓRTER

Clique aqui e mande sua história ou denúncia e ela poderá ser transformada em notícia. Aqui é Jornalismo Colaborativo!

Comunidade de Outeiro reclama de obra inadequada que traz danos ambientais

De acordo com os moradores, construção está jogando água contaminada com lixos e dejetos

Vitória Reimão

Na travessa Franklain de Menezes, no distrito Outeiro, ocorre uma obra que, segundo os moradores, está causando danos ambientais nas praias da localidade. A equipe do Eu Repórter recebeu denúncias anônimas e documentos protocolados com o objetivo de encerrar as atividades das obras na região. 
 
"A obra direciona a água pluvial para as praias. Essa água está contaminada com lixo, dejetos, xixi de rato, além de estar provocando uma doença de pele nos banhistas", disse a denúncia anônima. 
 
Os moradores entraram em contato com a administração das obras, até como forma de entender o motivo do trabalho, mas não tiveram retorno. A obra é voltada para pavimentação, drenagem e sinalização viária e foi iniciada no dia 4 de abril, com previsão de término para outubro. Um dos responsáveis é a Secretaria Municipal de Saneamento de Belém (Sesan).
 
VEJA MAIS:
 
"Esse impacto ambiental que está ocorrendo vai impedir que o local receba banhistas. Já vimos muitos casos de pessoas terem problemas na pele por conta dessas águas que estão invadindo nossas praias. Por isso, queremos cessar essa obra", afirmou a denúncia anônima   
 
Os moradores já denunciaram a situação para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), que é o órgão responsável por tomar medidas contra casos de danos ambientais, porém, a comunidade não obteve nenhuma ação do órgão. 
 
"Nós temos documentos provando que entramos com protocolos, tanto na Semma quanto no Ministério Público do Pará. Até hoje não tivemos nenhum retorno e a população continua sofrendo com o problema. São 2 milhões de investimento para jogar esgoto na praia", denunciou. 
 
A reportagem entrou em contato com a Sesan, Semma e Ministério Público sobre a questão da obra. Até a finalização desta matéria, a equipe do Eu Repórter não teve nenhum retorno dos órgãos citados. A repotagem aguarda os posicionamentos para atualizar este texto.

O projeto Eu Repórter é uma iniciativa que busca reforçar a proximidade com os leitores e internautas, incentivando ainda mais o jornalismo colaborativo. Para participar das reportagens e conteúdos, compartilhando histórias, denúncias e sugestões de matérias com a redação de O Liberal, basta acessar o site https://eureporter.grupoliberal.com/ ou enviar suas informações para o Whatsapp (91) 98565-7449, onde será iniciada uma conversa diretamente com repórteres da redação. A denúncia pode ser feita de forma anônima.

(Vitória Reimão, estagiária sob supervisão de Eduardo Laviano)

Eu Repórter
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS