Paysandu terá eleições para escolha de novo presidente e vice nesta quarta-feira; veja mais

O próximo presidente do clube terá a missão de comandar o Papão da Amazônia pelos próximos dois anos; três chapas concorrem no pleito

Luiz Guilherme Ramos
fonte

A partir das 16 horas desta quarta-feira (7), na sede social do clube, um universo de 1.383 sócios proprietários e remidos habilitados deverão escolhar o nome que irá comandar o Paysandu pelos próximos dois anos. As eleições presidenciais são um marco na vida de qualquer instituição democrática e, de olho no trono bicolor, três chapas concorrem ao cargo.

image Enquete: quem você quer que seja o próximo presidente do Paysandu?
O resultado oficial será divulgado à partir das 21h desta quarta-feira (7)

Confira aqui quem são os aspirantes ao cargo, suas respectivas chapas, principais propostas e todas as informações sobre as eleições:

Como vai funcionar?

Conforme o divulgado pelo presidente da Assembléia Geral do Paysandu, os portões da sede social estarão abertos a partir das 13 horas, mas a votação terá início pontualmente às 16 horas e se estenderá até às 21, quando começa imediatamente a apuração dos votos.   

Além de presidente, vices e secretários da Assembléia Geral, todos eleitos em chapa conjunta, serão preenchidas 25 vagas para o cargo de Conselheiro Efetivo do Conselho Deliberativo; e 25 vagas para o cargo de Conselheiro Suplente do Conselho Deliberativo, estes eleitos mediante votação individual no candidato.  

Estão habilitados ao voto, os sócios e candidatos maiores de 18 anos, que estejam com as suas obrigações sociais em dia, conforme observado no edital de convocação das eleições, assinado pelo presidente da Assembléia Geral, Manoel Acácio Bastos. 

SAIBA MAIS

image Eleições do Paysandu: saiba o perfil dos três candidatos à presidência bicolor
No dia 7 de dezembro, uma quarta-feira, a Fiel Bicolor vai conhecer quem será o novo gestor do Papão pelos próximos dois anos.


image Eleições no Paysandu: Assembleia Geral divulga calendário eleitoral para pleito de 2022
Inscrições de chapas podem ocorrer de 10 de outubro a 7 de novembro. Votação ocorrerá no dia 7 de dezembro, na sede social bicolor


image Prazo para inscrições de chapas nas eleições do Paysandu encerra nesta segunda-feira; saiba mais
Das quatro composições divulgadas na mídia, apenas duas efetivaram inscrição; Felipe Fernandes e André Oliveira ainda não se inscreveram


 

Situação atual do clube

Hoje, o Paysandu é presidido pelo empresário Maurício Ettinger. No futebol, a temporada de 2022 foi mediana. Depois de perder a disputa do Campeonato Paraense, o Papão foi para a Série C com boas chances de acesso, mas acabou eliminado ainda na fase de grupos, depois de destacar-se como um dos melhores times daquela edição. Após o fracasso, o clube salvou a temporada com a conquista do tricampeonato da Copa Verde, título conquistado sobre o Vila Nova-GO, em novembro deste ano. 

Aqui vale um registro da atual presidência e sua origem no clube. Ettinger foi eleito presidente bicolor em 2020, depois de passar pelo cargo de vice-presidente de Gestão de Ricardo Gluck Paulo. A origem deste e dos últimos cinco presidentes do clube remonta do extinto grupo político Novos Rumos, que começou a dar as cartas no clube logo após o término da gestão de Luís Omar Pinheiro. 

O empresário e prático deixou o Paysandu em 2012, quando o clube ascendeu à Série B. O candidato da situação, Victor Cunha, foi derrotado por Vandick Lima, o primeiro presidente da Novos Rumos. Depois dele vieram Alberto Maia (2014-2016), Sérgio Serra (2016-2017), Toni Couceiro (2017-2018) e Ricardo Gluck Paul (2018-2020). Todos eles com origem no mesmo grupo político.  

Ao longo deste período, o grupo tem sua imagem desgastada e por conta de algumas divergências internas acaba esfacelado. Assim, foi eleito o empresário Maurício Ettinger, e ele traz consigo antigos opositores da Novos Rumos, entre eles Felipe Fernandes, muito ligado à gestão de Luís Omar. Fernandes se elegeu como vice-presidente de Gestão, mas tempos depois rompeu com o aliado e hoje bate de frente nas urnas. Além dos dois candidatos, corre por fora o ex-jogador de basquete Sérgio Solano, em sua autointitulada candidatura independente. 

SAIBA MAIS

image Chapa de Sérgio Solano é a primeira registrada para eleições no Paysandu; veja mais
O ex-jogador de basquete e benemérito bicolor Sérgio Solano oficializou a inscrição da chapa "Acima de tudo, Paysandu!"


image Atual presidente confirma conversas para o retorno de Vandick Lima após as eleições no Paysandu
Maurício Ettinger, que concorre novamente ao cargo, garantiu que o ídolo pode voltar ao clube para trabalhar na diretoria de futebol


image Paysandu: candidato Felipe Fernandes consegue se inscrever e eleições terão três chapas
Pleito ocorre no próximo dia 7 de dezembro, na sede social do clube


 

Chapas

1 - PAYSANDU FORÇA TOTAL (70)

Chapa encabeçada pelo atual presidente, Maurício Ettinger, que tenta a reeleição para mais dois anos. Ettinger tem 63 anos, é empresário e atua no ramo de saneamento e meio ambiente. Traz consigo um dos nomes mais enigmáticos da nova geração política do clube, o empresário Roger Aguilera, que vem a ser uma figura forte nos bastidores do clube, desde os tempos da ascensão de Vandick. Além dele, compõem também na condição de vice, o empresário Fred Cabral. Veja aqui o perfil oficial da campanha.

Principais propostas: 
- Entrega de dois campos do Centro de Treinamento Raul Aguilera
- Colocar o Paysandu na Série B
- Projeto Celeiro do Lobo, que vai trazer jovens do interior do estado para a base do clube
- Criação do Núcleo de Estudos SAF, para enquadrar o clube na nova modalidade de negociações no futebol mundial
- Investimentos no futebol feminino, responsabilidade social e esporte amador 

2 - AQUI É PAYSANDU (91)

Felipe Fernandes é o principal nome na chapa Aqui é Paysandu. Felipe é empresário e tem uma ligação estreita com o clube, que remonta do futsal. Ele foi atleta antes de se envolver na vida política. Foi diretor social, diretor de patrimônio, diretor de futebol, da base e entre vários outros cargos. Ao lado dele estão Coronel Bastos e Tito Cardoso, nas condições de vice de operações e vice de gestão. Veja aqui o perfil oficial da campanha.

Principais propostas:
Criar o comitê gestor de futebol
- Profissionalizar a base e contar com atletas do interior
- Construção de academia e quadras para incentivo aos atletas da base e esporte amador
- Ampliar e equipar o estádio da Curuzu
- Criação de ouvidoria interna, gestão financeira e projeto "Papão dívida zero"

3 - ACIMA DE TUDO PAYSANDU (44)

Sérgio Solano é o terceiro nome que concorre à presidência do clube. O ex-jogador de basquete Único nome concorrente não ligado ao futebol do Paysandu. Quando jogador, ele fez parte da "era de ouro" do basquete do clube. Entre as décadas de 70 e 80 a modalidade garantiu ao Bicola 11 títulos do Campeonato Paraense. Atualmente, Sérgio Solano faz parte do quadro de sócios-beneméritos do Paysandu. Em 2016 ele foi homenageado com a Medalha Campeão dos Campeões, entregue a pessoas que tiveram grande representatividade pelo Papão. Estão ao lado dele José Prado e Victor Cunha. Veja aqui o perfil oficial da chapa. 

Principais propostas:
Criar o Portal da transparência
- Sócio torcedor com direito a voto. Hoje apenas sócios proprietários e remidos podem votar
- Criação da diretoria de futebol feminino
- Criar a franquia "Escolinha do Lobo", reestruturar a marca "Lobo"
- Investimentos no futebol e nova "Papão TV"

Paysandu
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM PAYSANDU

MAIS LIDAS EM ESPORTES