Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Paraense Deiveson Figueiredo reafirma desejo de subir de categoria no UFC para disputar cinturão

Campeão dos moscas, o lutador aguarda o resultado da disputa do título interino para defender o cinturão

Aila Beatriz Inete

O paraense Deiveson Figueiredo, campeão linear do peso-mosca do UFC, reforçou seu plano de subir de categoria na organização. Daico espera o resultado da luta entre Brandon Moreno e Kai Kara-France, que ocorre no dia 30 de julho, para saber contra quem irá defender o seu cinturão, e depois dessa defesa, o "Deus da Guerra" pode desafiar o dono da categoria dos galos, que no momento é Aljamain Sterling. 

“É um plano que está no papel. Eu sou o campeão [peso-mosca] e seria muito interessante uma luta contra o campeão de cima [peso-galo]. Se o UFC fizesse acontecer essa luta, eu aceitaria. Eu queria me testar na categoria de cima, mas pelo cinturão. De campeão para campeão”, declarou Deiveson em entrevista para a Ag. Fight

O desejo de subir de categoria do paraense é antigo. Logo que recuperou o cinturão, Deiveson afirmou que pretendia tentar uma disputa na divisão de cima. Segundo ele, essa mudança seria após enfrentar Kai Kara-France e Brandon Moreno. 

VEJA MAIS 

Após polêmica com disputa de cinturão interino do UFC, Deiveson Figueiredo muda tom e aceita a luta
Paraense não havia gostado da decisão da organização, mas agora, com um novo empresário, o lutador mudou o discurso

Paraense Deiveson Figueiredo sobe no ranking peso-por-peso do UFC
Lutador é o atual campeão dos moscas e está no top 10 dos melhores da organização

Campeão do UFC, paraense Deiveson Figueiredo demonstra intenção de subir de categoria
Mesmo sem luta marcada, lutador já pensa no futuro na organização

Recentemente, tornou-se comum que campeões do UFC mudassem de categoria para disputar um segundo cinturão. Esse movimento foi mais popularizado com o feito de Conor McGregor, que se tornou o primeiro lutador a ter dois títulos em divisões diferentes ao mesmo tempo. 

Retorno ao octógono. 

Daico está se recuperando de uma lesão nos dedos das mãos, que segundo ele, já está 80% curada. O paraense projetou que em dezembro já estará 100% para enfrentar Moreno ou Kara-France, para quem Deiveson está torcendo. 

“Eu estou torcendo para o Kai Kara-France. Eu tenho certeza que esse cara está forte no jogo e de que ele vai sair campeão dessa luta”, afirmou o paraense. 

No início, o paraense não ficou muito satisfeito com a decisão do UFC de organizar a disputa interina do cinturão da categoria. O argumento de Deiveson era que ele estava lesionado. Inclusive, esse assunto criou conflitos na relação de Daico com o ex-agente Wallid Ismail. 

(Aila Beatriz Inete, estagiária, sob supervisão de Pedro Cruz, coordenador do Núcleo de Esportes)

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES