Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Nocaute na Violência' celebra esporte com lutas amadoras e profissionais; vídeo

Ao todo, 19 lutas foram realizadas na sede do Pará Clube, com direito a três nocautes nas lutas do card profissional

Luiz Guilherme Ramos

Realizado no último sábado, na sede do Pará Clube, o projeto Nocaute na Violência chegou em sua 37ª edição reunindo centenas de apaixonados pelo boxe, num espetáculo digno dos grandes eventos da nobre arte. Ao todo, 19 lutas abrilhantaram o dia, três delas em nível profissional, todas vencidas por nocaute.

Com 10 anos de realização, o projeto encabeçado pelo treinador Zezé do Boxe tem por objetivo resgatar jovens das ruas e levá-los à prática esportiva como fonte de cidadania. Com o passar dos anos, ele decidiu profissionalizar aqueles que mais se destacam. Assim, o evento foi dividido em 16 lutas amadoras e três profissionais. 

De acordo com Zezé do Boxe, o projeto Nocaute na Violência consolida uma ideia de cidadania que age diretamente na fonte, trazendo os jovens para o esporte, oferecendo não só treinos e possibilidade de profissionalização, mas sim caráter, cidadania e novas perspectivas de futuro. 

SAIBA MAIS

Nocaute Na Violência chega à 37ª edição promovendo lutas e cidadania aos jovens
Ao todo, serão realizadas 13 lutas do infantil ao peso pesado, com lutadores de várias partes do Pará e do Brasil


Projeto Nocaute na Violência terá nova edição neste sábado, com lutas profissionais; saiba mais
Evento promovido pelo técnico Zézé do Boxe tem por objetivo trazer os jovens para o mundo do esporte. Na próxima sexta-feira haverá a pesagem dos lutadores inscritos


'Nocaute na Violência' 2022 é lançado e projeta formar atletas profissionais de boxe
Novidades no projeto foram elaboradas após a aproximação com alguns nomes do boxe regional

"Com certeza foi um sucesso. Foi dentro da expectativa, a minha volta ao boxe profissional foi triunfal. Parecia que estava começando naquele momento, nem parecia que tenho uma história. Vendo o crescimento desses jovens eu fico feliz. Nossa coordenação. Eu, Ulisses Pereira, Maizena e Kibe avaliamos com muita alegria e já estamos pensando nos próximos", ressalta. 

A luta mais aguardada da noite aconteceu na categoria peso pesado, entre os pugilistas Willian Coutinho, da Associação Zezé do Boxe, e o atleta gaúcho Luiz Carlos Poerari, do projeto Arte da Luta, da cidade de Campinas, interior de São Paulo. Aos 36 segundos do primeiro round, o lutador paraense aplicou uma sequência de socos avassaladora, levando o oponente ao chão por duas vezes, antes da arbitragem decretar a vitória por nocaute. 

De acordo com o treinador, a vitória do paraense Willian Coutinho foi uma das mais empolgantes e a expectativa é de levá-lo a mais eventos profissionais. "O último ídolo dos pesos pesados foi o Maguila. Ele tem um potencial extraordinário e vamos trabalhar bastante em cima disso para resgata não só os jovens, mas os grandes ídolos do esporte", encerra. 

Veja o nocaute de Willian Coutinho sobre Luiz Carlos Poerari:

O Projeto Nocaute na Violência tem outras quatro edições programadas ao longo de 2022. O evento tem patrocínio do Governo do Pará, SEEL, Salute e Distribuidora Irmãos Anjos, além do apoio de Iran Lima, Renilce Nicodemos, Vereador Emerson Sampaio, Hangs Burgs e B7 Nutrition.

Nocaute na Violência

Próximas edições

Nocaute na Violência 38 - Salinas - 09 de julho
Nocaute na Violência 39 - Peixe Boi - 16 de julho
Nocaute na Violência 40 - Soure - 31 de julho
Nocaute na Violência 41 - Portel - 20 de agosto 
Nocaute na Violência 42 - Moju - 10 de setembro

Card amador preliminar 

Andrey Oliveira venceu Mateus Ferreira (pontos)
Henrique Viana venceu Gustavo Ruiz (w.o)
Abdias Brito venceu Frank Costa (pontos)
Pedro Marques venceu Walace Silva (pontos)
Rafael Silva venceu Adriano Santos (nocaute técnico)
Bruno Tavares venceu Abraão Brito (pontos)

Card amador principal

Gleidson Barbosa venceu Mateus Felipe (pontos)
Paula Souza venceu Sarah Gomes (pontos)
Raiane Amaral venceu Anna Clara (pontos)
Eduardo Bruno venceu Luiz dos Santos (pontos)
Wallace Jonas (MA) venceu Rogério Pimentel (pontos)

Card profissional

Fabrício Malcher venceu Diego "McGregor" (nocaute técnico)
Emanuel "Búfalo" venceu Kelven Silva (nocaute técnico)
William Coutinho venceu Luis Carlos Poerari (RS) (nocaute no primeiro round)

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES