CONTINUE EM OLIBERAL.COM
X

No GP de Mônaco, McLaren correrá de verde e amarelo em homenagem a Ayrton Senna; confira

Equipe inglesa adotou pintura especial com as cores do Brasil para homenagear o ídolo que era conhecido como o "Rei de Mônaco"

Aila Beatriz Inete
fonte

A McLaren adotou uma pintura super especial para lembrar e homenagear o tricampeão mundial de Fórmula 1 Ayrton Senna, que morreu há 30 anos em um acidente no GP de San Marino, em Imola. A equipe inglesa vai correr o GP de Mônaco com as corres verde e amarelo, uma referência a bandeira Brasil. Os carros serão guiados pelos pilotos do time Lando Norris e Oscar Piastri. 

As cores são uma forma de relembrar a importância de Senna, que deixou sua grande marca na McLaren e na Fórmula 1. Além disso, a escolha do GP de Mônaco também é especial, pois o brasileiro é o maior vencedor da prova, com seis vitórias, considerado, assim, o "Rei de Mônaco". 

VEJA MAIS 

image Max Verstappen optou por não usar camisa em homenagem a Ayrton Senna no GP de Imola; entenda
Tricampeão foi um dos poucos que não vestiram a peça durante a homenagem ao brasileiro que morreu há 30 anos

image Autódromo de Ímola chama Bruno Senna e faz homenagens a Ayrton e Roland Ratzenberger
O autódromo de Ímola, na Itália, abriu as portas nesta quarta-feira para uma cerimônia em memória dos 30 anos da trágica perda do tricampeão mundial de Fórmula 1

image Referência dentro e fora das pistas: piloto paraense fala sobre inspiração e legado de Ayrton Senna
Nos 30 anos da morte de um dos maiores ídolos esportivos do mundo, Augusto Santin relembrou motivação em Senna

O carro tem o amarelo como cor principal e o verde na parte traseira. Além disso, o design tem detalhes em azul, que lembram o capacete de Ayrton. 

Senna assinou com a McLaren em 1988 e, já na estreia, ganhou o primeiro título da F1. Depois disso, ainda conquistou outros dois campeonatos, de 1990 e 1991. Foi na equipe inglês também, com Alain Prost, que Ayrton protagonizou uma das maiores rivalidades da categoria. 

Na época em que o brasileiro corria pelo time, as cores que ficaram eternizadas foram o branco e vermelho. Mas, nesses 30 anos da morte do piloto, a equipe decidiu celebrar a história de Senna ressaltando o orgulho que ele tinha às origens. 

"A equipe tem orgulho de reconhecer e celebrar a vida extraordinária e o legado automobilístico de Ayrton Senna através desta pintura da McLaren. Senna continua reverenciado e respeitado como o maior ícone da Fórmula 1 e o piloto mais condecorado da McLaren. É uma honra correr com ele em seu circuito de maior sucesso nas cores verde, amarelo e azul", declarou o CEO do time, Zak Brown. 

image McLaren adotou verde e amarelo em homenagem a Senna (Divulgação)

Ayrton Senna morreu no dia 1º de maio de 1994, em um acidente no GP de San Marino, em Imola. Na carreira, o piloto brasileiro conquistou 41 vitórias, 65 pole positions e 80 pódios.

Durante todo o mês, a cidade de Imola e a F1 realizaram diversas homenagens ao ídolo brasileiro. No GP de Imola, Sebastian Vettel organizou uma corrida simbólica e um visita guiada no Autódromo Enzo e Dino Ferrari em memória do piloto. Além disso, o tetracampeão deu voltas com a última McLaren guiada por Senna. O GP de Mônaco ocorre no próximo domingo (26), a partir das 10h. 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Mais Esportes
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES