Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Depois de brilhar no Brasileiro, Rebeca Andrade vai até Paris para etapa do Mundial; veja

A ginasta conquistou quatro medalhas de ouro e uma prata, além de ter tido a maior pontual geral no feminino

Luiz Guilherme Ramos

A medalhista olímpica Rebeca Andrade deu um show no Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística, disputado neste final de semana, em Lauro de Freitas, Bahia. No retorno da coreografia Baile de Favela, a atleta do Flamengo conseguiu nada menos que quatro medalhas de ouro e uma prata, além da maior nota geral feminina. Passada a euforia da conquista, a ginasta já planeja o próximo desafio.

Para a disputa do Mundial de Liverpool, Rebeca terá um teste de fogo, que servirá como base à principal competição do calendário, antes dos Jogos Olímpicos de 2024, na França. A ginasta de 23 anos vai comandar a delegação brasileira na etapa de Paris, competição que também vai proporcionar um primeiro contato para as Olimpíadas, que serão realizadas no país Europeu. O torneio será disputado nos dias 24 e 25 de setembro. 

"Eu já fui a Paris, mas nunca competi lá. Só dei uma passada mesmo. Estou bem animada. Adoro competir e gosto muito de Copa do Mundo. Ainda não sei que aparelhos vou fazer, nossos treinadores ainda vão decidir, mas estou bem animada. Paris é linda, né!? Espero que a gente possa passear depois (risos). Acho que vai dar para sentir um clima de Olimpíadas, porque o país está se preparando para isso. Assim como foi no Rio de Janeiro, quando os países vinham treinar aqui no Brasil, já tinha essa sensação de Olimpíadas. Então acho que vai ser a mesma coisa", disse Rebeca.

SAIBA MAIS

Brasileiro de ginástica: Rebeca Andrade retoma Baile de Favela, sucesso nos Jogos de Tóquio
Depois de 10 meses, a campeã olímpica volta a apresentar coreografia que fez muito sucesso nas Olimpíadas


Brasil supera EUA na final e conquista Pan-Americano de Ginástica Artística no Rio
Além de garantir o título do torneio, as meninas brasileiras, de quebra, ainda conquistaram vaga nas Olimpíadas de Paris, em 2024.


Ginasta paraense conquista medalha de ouro no Troféu Brasil de Ginástica Artística
Andreza de Lima foi a melhor no solo e arrancou aplausos das arquibancadas do ginásio, entre eles da campeã mundial Daiane dos Santos


 

Este ano Rebeca já participou do Troféu Brasil, Campeonato Pan-Americano do Rio de Janeiro e do Campeonato Brasileiro. A ginasta e os demais atletas brasileiros aguardam a etapa do Mundial, por ser o último grande torneio antes do Mundial. Para ele, muitos países devem inscrever seus ginastas para treiná-los, uma espécie de prova de fogo até a competição pré-olímpica.  

Além de Rebeca, devem entrar na equipe brasileira Flávia Saraiva e Lorrane Oliveira, entre as mulheres. No masculino o Brasil também vai com força total, levando Arthur Nory, Caio Souza, Yuri Guimarães e Arthur Zanetti. 

"Muita gente vai para lá para sentir esse clima de Paris, para já conhecer a cidade e não chegar de surpresa. Estão indo para já puxar esse clima olímpico. Fui uma vez para lá. Acho que foi em 2009, então faz muito tempo. É uma Copa do Mundo muito forte. Acho que os principais atletas do mundo vão estar lá. Vou fazer minha parte, competir, analisar os adversários, analisar a minha série, porque vai faltar pouco tempo para o Mundial", completa o campeão olímpico das argolas, Arthur Zanetti.

Mais Esportes
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM MAIS ESPORTES

MAIS LIDAS EM ESPORTES