Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Ricardo Gluck Paul diz que 'não há crise' entre FPF e Remo por conta da Copa Verde

Em entrevista ao videocast Fala Abner!, ex-presidente do Paysandu falou sobre como a Federação tem agido em defesa dos interesses azulinos. 

Caio Maia

O presidente da Federação Paraense de Futebol (FPF), Ricardo Gluck Paul, falou sobre a relação que tem com Fábio Bentes, presidente do Remo. Em entrevista ao videocast Fala Abner!, o comandante do futebol no estado disse que "não há crise" entre os mandatários. Além disso, Gluck Paul revelou que há uma relação de amizade entre as gestões.

Whatsapp: saiba tudo sobre o Remo. Recêêêba!

"Temos os mesmos pensamentos e me identifico muito com os posicionamentos do Fábio [Bentes]. Tenho por ele não só um sentimento de respeito, mas também de amizade", avaliou Ricardo.

VEJA MAIS

Ex-presidente do Paysandu, novo mandatário da FPF comenta relação com Remo e Fábio Bentes
Empresário fez questão de negar atritos com o clube azulino e disse que conversou com Fábio sobre nova gestão.

Eleição FPF: presidente do Remo, Fábio Bentes explica voto em Romano: 'O melhor projeto hoje'
Mandatário azulino, no entanto, reforça que também apoiará a chapa de oposição, liderada pelo bicolor Ricardo Gluck Paul, caso seja a vencedora na votação desta quarta-feira (29)

Apesar da fala amistosa de Gluck Paul, a relação dele com Bentes têm um histórico de atritos quando ambos estavam comandando os clubes com as maiores torcidas do estado - Remo e Paysandu. Em entrevista durante as eleições para a FPF, Bentes chegou a afirmar que votaria em Paulo Romano, adversário de Ricardo no pleito. Apesar disso, o presidente azulino disse que iria apoiar "quem fosse eleito".

O último episódio de "troca de farpas" ocorreu na última semana, quando o Remo anunciou a desistência formal da Copa Verde. Em coletiva no Baenão, Bentes deu a entender que a organização da competição nesta temporada favoreceu o Paysandu. Apesar disso, o presidente azulino disse que "não quer acreditar" que houve má intenção da FPF e da CBF.

Durante o videocast Fala Abner, Ricardo disse que acredita que as falas do presidente do Remo são em decorrência do processo eleitoral vivido no clube. No final de 2023, o mandato de Bentes se encerra no Leão Azul.

"Eu compreendo que, em alguns momentos, isso se torna um palanque eleitoral. Eu compreendo, com respeito, e não vou me indispor com o Remo por causa disso. Hoje eu tenho a obrigação de defender essa instituição, como fizemos no jogo contra o Botafogo-PB, na Paraíba. Comandei várias reuniões com a segurança municipal, estadual, presidente da Federação Paraibana, segurança privada e rota para o estádio", disse.

Futebol
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM FUTEBOL

MAIS LIDAS EM ESPORTES