Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Quanto custa 1 bitcoin? Saiba o que é e como funciona essa moeda virtual

Você já deve ter ouvido falar dessa moeda que se tornou popular nos últimos anos e que fez diversas pessoas milionárias somente com o uso dela. Saiba mais como funciona e como adquirir

Karoline Caldeira

Criado em 2008, o bitcoin se tornou um símbolo monetário muito popular nos últimos anos. Essa moeda digital, também chamada de criptomoeda, é livre e descentralizada, ou seja, é um dinheiro eletrônico sem regulação de governo, bancos ou empresas, que é possível receber e transferir até sem o intermédio de um cartão.

Existindo somente na internet, o bitcoin é considerado a primeira moeda digital do mundo. Outra característica dessa moeda é a limitação. Diferente das moedas físicas mais populares, como o real, euro e dólar, que são emitidas conforme a necessidade dos países, os bitcoins e o seu código único tiveram 21 milhões de moedas criadas. É estimado que, até 2022, 18,77 milhões já foram usados. Isso significa que 83% dos bitcoins já foram colocados em circulação.

VEJA MAIS

Criptomoeda: entenda o que é o dinheiro digital
Além do bitcoin, que ficou popular nos últimos anos, existem várias outras criptomoedas e é possível investir nelas

Saiba investir em bitcoin em 2022 e se e um bom negócio
Especialistas acreditam que independentemente das forças macroeconômicas, as moedas virtuais devem ganhar mais espaço neste e nos próximos anos

Casa de câmbio passa a aceitar bitcoin para compra de dólar
Operações já passaram pela fase de teste e começam a ocorrer na unidade do Shopping Leblon e nas lojas online

Como funciona o bitcoin?

O bitcoin pode ser comprado e negociado através da rede própria, a blockchain. É uma empresa de serviços financeiros de criptomoeda, em que são registradas todas as transações dessa moeda digital. Esse sistema permite o rastreamento e envio do bitcoin entre os participantes da plataforma, garantindo segurança e a impossibilidade de fraudes.

O bitcoin pode ser comprado e negociado através da rede própria, a blockchain. (Foto / Alesia Kozik / Pexels)

Além do bitcoin, o blockchain também é usado para com outras criptomoedas, como a litecoin e a dogecoin, e pode ser usada para a validação de documentos, escrituras de imóveis, comercialização de músicas ou filmes e gestão de dados, por exemplo.

Quanto custa 1 bitcoin?

As variações desta criptomoeda são diárias. Por conta da produção que, em breve, irá se esgotar, e seguir a lei da oferta e da demanda, em que quanto mais pessoas procuram, mais caro fica o valor e vice-versa, a moeda vem sofrendo uma notória desvalorização.

VEJA MAIS

El Salvador se torna primeiro país a adotar bitcoin como moeda legal
Empresas devem aceitar pagamento em bitcoin junto com dólar americano

Criptomoeda: saiba por que o bitcoin tem perdido valor
Existindo apenas na internet, o bitcoin, criptomoeda mais famosa do mercado, já deu bons rendimentos e hoje perde valor

Brasileiros buscam a bolsa para investir em criptomoedas; veja como funciona
Juros em níveis historicamente baixos e alta da inflação levam investidores a outras frentes

Com oscilações que podem chegar a até 20% em um único dia, a falta de regulamentação da moeda também influencia nesta baixa. Hoje, apenas 1 bitcoin está custando R$118.310,99. A falta de proteção ao patrimônio também influencia esta moeda a ser considerada um investimento de alto risco.

É de alto risco, mas ainda é seguro investir devido a criptografia presente que dificulta fraudes. Outro ponto importante a ser destacado é que, desde 2019, investir em bitcoins deve ser tributado no Imposto de Renda, caso os lucros sejam acima de R$35 mil.

(Estagiária Karoline Caldeira, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Economia
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM ECONOMIA

MAIS LIDAS EM ECONOMIA