Susana Naspolini, da TV Globo, morre de câncer aos 49 anos

A repórter estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, há mais de uma semana e não resistiu

O Liberal

A repórter da TV Globo no Rio de Janeiro Susana Naspolini morreu, nesta terça-feira (25), aos 49 anos, após lutar durante dois anos contra um câncer na bacia. Ela estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, há mais de uma semana. A notícia foi dada pela filha dela, Júlia, no Instagram da comunicadora. 

VEJA MAIS

image Filha da repórter Susana Naspolini desabafa sobre estado de saúde da mãe com câncer
Em um vídeo publicado nas redes sociais ela diz que 'médicos não sabem mais o que fazer'

image Tiago Leifert fala sobre recuperação da filha Lua
O apresentador abriu o jogo sobre a recuperação de Lua, sua filha de 1 ano, fruto do relacionamento com Daiana Garbin

image Gratuidade em coletivos para pacientes com câncer: projeto apresentado prevê benefício
A justificativa é que hospitais, como o Ophir Loyola, que realizam o atendimento oncológico, estão concentrados em Belém, então o paciente de Ananindeua precisa se deslocar

"Oi, amigos, Julia aqui. É com o coração doendo que venho contar pra vocês que a mamãe não está mais com a gente. Ela lutou muito, nossa guerreira! Agradeço muito pelas orações, muito mesmo, muito obrigada, mas infelizmente não deu", informou a jovem.

Susana foi casada com o apresentador esportivo Maurício Torres. Em maio de 2014, ela sofreu a perda do marido, que morreu aos 43 anos de falência múltipla de órgãos decorrente de um quadro infeccioso. Juntos, os dois tiveram uma única filha, Julia, de 16 anos.

Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA