Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Pai e madrasta são indiciados pela morte por espancamento de menina de 5 anos

Se condenados, a pena dos dois pode chegar a 16 anos de prisão. As investigações apontaram que Allexia Sophia sofreu castigos físicos desproporcionais por ter feito xixi e cocô na cama

Luciana Carvalho

O pai e a madrasta da menina Allexia Sophia, de 5 anos, foram indiciados pelo crime de maus-tratos com resultado morte. O inquérito foi concluído nesta quarta-feira (27). Se condenados, a pena dos dois pode chegar a 16 anos de prisão. Os suspeitos negam o crime. As informações são do portal G1 Alagoas.

O pai foi responsabilizado por praticar as lesões diretamente. Também, a madrasta, por ser garantidora legal da integridade da criança, mas por ter sido omissa em impedir as agressões ou comunicar o fato às autoridades competentes.  

A versão dada pelo casal ao buscar socorro médico para a criança é de que ela tinha sofrido uma queda em casa. Os indiciados aguardavam a investigação presos na 6ª DRP desde o dia 17 de julho e agora devem ser transferidos para o sistema prisional.

VEJA MAIS

Morre menina de 5 anos baleada na cabeça no Rio de Janeiro
A criança estava internada em estado grave no Hospital Pedro II, em Santa Cruz

Casal é preso suspeito de abuso sexual que causou a morte do filho de 2 anos
Sangue e sêmen foram encontrados nas roupas da vítima; pai da criança se recusou a fazer exame para comparar material genético

Salinas: Polícia investiga morte de criança de 3 anos em resort; testemunhas estão sendo ouvidas
Segundo a PC, perícias foram solicitadas para identificar a causa da morte e testemunhas estão sendo ouvidas para coletar informações sobre o ocorrido

A polícia ouviu várias testemunhas, entre elas parentes do casal, e juntou ao inquérito relatórios psicológicos, laudos médicos, registros escolares, entre outros documentos.

Após receber os primeiros atendimentos na UPA de São Miguel dos Campos, em Alagoas, Allexia foi transferida para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, onde ficou internada na UTI Pediátrica por dias, mas não resistiu às lesões.

A mãe da menina mora no Rio de Janeiro, mas veio para Maceió (AL) acompanhar a criança, que faleceu horas depois da sua chegada. O corpo foi enterrado na cidade de Jequiá da Praia, onde mora a família.

Castigos físicos

As investigações apontaram que Allexia Sophia sofreu castigos físicos desproporcionais por ter feito xixi e cocô na cama. A criança foi agredida nos dias 12, 13 e 14 de julho e deu entrada na UPA de São Miguel dos Campos no dia 16.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL