Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mulher tem tumor de 46 kg retirado em cirurgia de emergência no RJ; veja

Com mais de 20 anos de carreira, médico afirma que foi o maior tumor que já operou

Karoline Caldeira

Nesta semana, em Itaperuna, Rio de Janeiro, uma mulher passou por uma cirurgia de emergência para a retirada de um tumor de 46 kg. A paciente de 45 anos pesava 150 kg e tem 1,52 metro de altura. Apesar da gravidade do caso, ela está internada e passa bem.

Segundo o médico-cirurgião que realizou o procedimento, foi um dos maiores tumores que alguém já operou. "Foi o maior tumor que eu operei e certamente um dos maiores que alguém já operou. Não é todo dia que se faz uma cirurgia de um tumor desse tamanho, não", disse Glaucio Boechat, ao site UOL.

VEJA MAIS

Pesquisadores descobrem funcionamento de proteína inédita que pode ajudar no tratamento do câncer
O estudo pode ser aplicado em novos medicamentos, já que sem a proteína as propriedades que promovem o crescimento do tumor são neutralizadas

Idoso retira tumor que pesava 10 quilos e era do tamanho de uma melancia
Aposentado apresentou a dúvida ao médico quando foi se vacinar contra gripe e descobriu o câncer

Homem vai tratar dor no dedão do pé e descobre que só tem mais 4 dias de vida
Médicos diagnosticaram um tumor no rim e um trombo tumoral no paciente. Com a retirada do tumor, os médicos descartaram, por enquanto, a necessidade de quimioterapia

O procedimento para a retirada do tumor iniciou após a mulher dar entrada no Hospital São José do Avaí, sentindo falta de ar ocasionada pelo tumor que ela tinha há cinco anos. Feitos exames, a equipe médica optou pela cirurgia de emergência. O médico com mais de 20 anos de carreira conta que o procedimento demorou cerca de duas horas.

O médico Glaucio Boechat publicou nas redes sociais diversos registros do tumor

"Foram cerca de 13, 14 pessoas só no centro cirúrgico. O hospital todo se mobilizou para realizar o procedimento dessa paciente. Ela está bem, estável, respirando sem ajuda de aparelhos, conversando e se alimentando. Agora, é esperar essa resposta ao trauma para ir ao quarto e darmos alta para casa", declarou.

O hospital é filantrópico e a cirurgia da paciente foi totalmente gratuita, em parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS).

(Estagiária Karoline Caldeira, sob supervisão do editor executivo de OLiberal.com, Carlos Fellip)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL