Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Homem vai tratar dor no dedão do pé e descobre que só tem mais 4 dias de vida

Médicos diagnosticaram um tumor no rim e um trombo tumoral no paciente. Com a retirada do tumor, os médicos descartaram, por enquanto, a necessidade de quimioterapia

Emilly Melo

Após ir em uma consulta para investigar uma insistente dor no dedão do pé, um aposentado dos Estados Unidos descobriu que só lhe restavam mais quatro dias de vida. O homem foi diagnosticado com um tumor em fase terminal. 

VEJA MAIS

Mulher achava que estava grávida, mas descobre tumor de 20kg
O tumor se desenvolveu no ovário direito e em apenas três meses cresceu de forma desproporcional

Mulher descobre câncer terminal durante parto cesárea
Ela reclamava de dores no estômago, mas os médicos atribuíam os sintomas à ansiedade e hipocondria

Mulher descobre câncer após investigar mancha na unha
O câncer de unha pode se manifestar de forma silenciosa. A americana Maria Sylvia só descobriu após quase dez anos

De acordo com o jornal “The New York Post”, Richard Bernstein, de 42 anos, sentia uma dor há cinco anos, mas pensava que era uma fratura. Após cerca de dois anos de visitas a podólogos e fisioterapeutas, que nunca descobriam nenhum problema nos ossos, ele buscou um especialista em medicina esportiva. O profissional suspeitou de estenose espinhal, que pode pressionar os nervos da coluna vertebral.

Os sintomas começaram a aumentar e a dor subiu para o tornozelo, até que, em março deste ano, a perna começou a inchar. Foi então que o médico pediu um exame abdominal, que revelou um grande tumor no rim e de um trombo tumoral, um tumor que se estende até um vaso sanguíneo.

O exame também identificou um coágulo no sangue, que cresceu através da veia renal e preenchia a veia cava, que drena o sangue para o coração. O exame mostrou que o paciente tinha 99% das artérias da coronária bloqueadas, além do fígado quase entrando em falência.

VEJA MAIS

Influenciadora descobre que simples 'espinha' na testa era início de câncer raro
O carcinoma, às vezes, parecia imperceptível, o que dificultou o diagnóstico

Mulher descobre que sarda 'fofa' em formato de coração é um câncer agressivo
Ela foi submetida a uma cirurgia onde “cortaram” sua pele camada por camada, deixando-a com um buraco em seu rosto

Mulher descobre oito tumores malignos após achar que tosse era covid
A personal trainer evitou procurar o médico por achar que era apenas uma tosse seca, um dos sintomas de covid-19

"Ele (o médico) me disse que eu tinha quatro dias de vida", relatou Bernstein.

O diretor de urologia do Hospital Phelps, no estado de Nova York, Michael Grosso, explicou que o bloqueio das veias por conta do tumor era o que teria causado a dor no pé do aposentado, já que os sintomas de câncer no fígado normalmente surgem já em fase avançada

"Ele estava totalmente na corda-bamba, tinha duas situações de alto risco de vida em um período muito curto acontecendo ao mesmo tempo", afirmou Grosso.

Após 12 horas de uma cirurgia complexa e casada entre médicos de diferentes especialidades, o tumor e o trombo foram retirados e uma ponte de safena foi realizada.

Com a retirada do tumor, os médicos descartaram, por enquanto, a necessidade de quimioterapia, já que Bernstein está andando sozinho e se recuperando da cirurgia. 

"Meu conselho é que ninguém desista de buscar o diagnóstico se algo te incomoda", declarou. "Confie no seu instinto".

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Hamilton Braga, coordenador do Núcleo de Política)

Mundo
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM MUNDO

MAIS LIDAS EM MUNDO